7 lições que você aprende viajando

7 lições que você aprende viajando

Eu AMO viajar! Por isso que aprendi todas as técnicas para voar barato que compartilho com você.

E uma das coisas mais legais é que enquanto você está viajando, é como se tivesse passando por uma universidade pessoal! Aprendendo a lidar com pessoas de culturas diferentes, que lidam de formas diferentes.

É impossível voltar a mesma pessoa depois de uma boa viagem.

Por isso, veja só algumas das lições que aprendemos viajando!


1. Viajar com uma mente e um desejo de aprender

Depois de viajar aprendemos que os melhores momentos não são aqueles em que seguimos um plano definido, interagindo com a tela de um celular, sem muitas surpresas.

Mas que a viagem, como a vida, só vale a pena quando nos permitimos ser surpreendidos. Quando vamos com a mente aberta e um grande desejo de aprender.

Quando nos permitimos ser o aprendiz. Pedir informação, ouvir sugestões, conhecer pessoas novas, e tentar coisas novas.


2. Ver além dos pontos turísticos e passar tempo com os locais

A experiência de viagens nos ensina que existem duas realidades paralelas. Duas dimensões diferentes em cada cidade: a de turistas e a real.

Todas as regiões feitas para turísticas, com seus pontos turísticos, restaurantes e tudo o mais não dizem nada sobre o dia a dia da população local.

E não há nada do que fazer amizade com locais, e viver o dia a dia como um deles. Só assim você pode entender de verdade a cultura de cada país. Comer o “arroz com feijão” deles, ao invés de comer um strogonoff e achar que esse é o prato tradicional deles.


3. Ser agradável, uma vez que você é um convidado em outro país

Ao visitar outro país, você é como um convidado que foi convidado à casa de alguém. E quem te convidou está disposto a compartilhar tudo com você.

Seu único papel é aproveitar cada momento e respeitar o local. Ser agradável, e respeitoso. Não há nada pior do que sair da casa de alguém com a sensação de que nunca será convidado novamente.


4. Viajar é sempre melhor pelo chão. Vá pelo maior caminho

Fila de embarque, aeromoça dando sinais, e uma chegada rápida. É verdade que viajar de avião tem muitos benefícios. No quesito tempo não tem como discutir isso.

Porém, se você estiver viajando dentro do país, você aprende que não existe forma mais impessoal do que ir voando. Ao seguir a viagem de carro, ônibus, trem, você pode:

Aproveitar trecho por trecho, ver a paisagem, tirar diversas fotos, puxar assunto com locais, fazer amizades, conseguir recomendações do que fazer, conseguir um “guia turístico” gratuito, e ser um local por algumas horas.


5. Questionar seus preconceitos e tentar coisas novas

“Essa região é muito perigosa!”, ” O povo de lá vai tirar vantagem de você!”, “A comida de lá é horrível!”, “Nunca diga oi para ninguém! Eles são muito rabugentos!”, e a lista poderia seguir para sempre!

Nossos amigos, os sites, portais, canais de TV, e todas mídias acabam nos passando muitas imagens e preconceitos sobre alguns lugares.

Mas você já descobriu que só há um jeito de aproveitar a vida: descobrir por si mesmo. Você aprendeu que não vale a pena ir para algum lugar esperando uma reação X, Y, Z. Que vale muito mais mais ir sem expectativas e tirar suas próprias conclusões.

E por isso, viajando você também aprendeu a evitar criar idéias nas cabeças de quem você já conhece, para deixá-los descobrir por si mesmos!


6. Apreciar todos os momentos; viajar é um privilégio!

Depois de viajar você descobriu que o que mais vai ficar na sua memória não são as grandes coisas: os pontos turísticos, a língua, o prato principal, mas os detalhes:

A forma como a pessoa te ajudou quando tinha dúvidas, a sensação ao sentir o vento e o sol batendo no seu rosto ao tirar a foto naquele ponto turístico, ou como foi tentar fazer aquele som para pedir um prato no restaurante.

São sempre os detalhes. E por isso você passa a apreciar tudo. Principalmente as pequenas coisas. E descobre que não tem privilégio maior do que ter condições de viajar e conhecer novos lugares.


7. Lembrar que a jornada nunca termina de verdade

Por último, você descobre que não existe essa história de que “a viagem terminou!”. Na verdade a jornada teve uma mudança para um momento de preparação.

É apenas uma pausa, e uma preparação para o próximo momento. Onde você vai subir no avião novamente e ter mais uma aventura.

E por isso, você fica tranquilo quando a viagem termina. E já começa a planejar a próxima. Já faz planos de quanto vai precisar para seguir sua jornada e como conseguir.

E a vontade é tanta que você sabe que está disposto a tudo (ou quase tudo! hehe) para chegar lá! É como se você estivesse sempre viajando, com pit stops entre as viagens!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


*