8 Dicas Legítimas Para Usar Milhas Aéreas De Forma Consciente

VMPM - P9 - 8 Dicas para usar milhas de forma conscienteEntão você já sabe como acumular 20 mil milhas aéreas em 5 semanas, escolheu um bom cartão de crédito e descobriu como aproveitar bem os programas de fidelidade. Pode comemorar agora, Parabéns! Você já está à meio caminho andado para se tornar um mestre jedi no assunto. Mas, e agora? Como usar milhas aéreas? Preparado? … Ouvi você dizer SIM! Vamos lá então…

Como utilizar bem suas milhas aéreas assim como os experts usam?

Pode parecer um pouco absurdo a pergunta, mas acredite: existem pessoas que gastam milhas de forma absurda, especialmente comprando produtos e bens de consumo, quando poderiam gastar com coisas muito mais interessantes como passagens aéreas, que além de te proporcionar uma experiência maravilhosa e marcantes na sua mente, ainda retorna uma parcela dessas milhas para você!

Então, aqui vai a primeira dica:

1 – ESCOLHA BEM ONDE VAI GASTAR SUAS MILHAS

Não é porque a Multiplus é parceira de alguns dos e-commerces mais legais que existem que você precisa gastar seus pontos em sapatos (Dafiti), celulares (Oi) e produtos fofos de decoração (Imaginarium). Encare esses pontos como milhas em potencial, pois saiba que a cada passagem que você compra, você recebe milhas aéreas de volta. Ahammm! Sem contar que se você alugar um carro e contratar hospedagem através dos parceiros do seu programa de fidelidade, você também irá receber milhas por isso. Lindo isso não é? Portanto, entenda que passagens aéreas são os melhores investimentos quando se trata de milhas aéreas!

2 – UTILIZE SEU NÚMERO DE FIDELIDADE

Como falamos acima, cada vez que você viaja você adquire mais milhas aéreas. Mas a cia aérea nem sempre sabe que você é um cliente “fiel” da mesma se você não identificar seu número do programa fidelidade para ela. Há dois momentos que você pode fazer isso: durante a compra ou durante o check in. Agora se prepare-se para correr… Para as viagens que você já fez, ainda é possível resgatar os pontos se você tiver guardado o número dos vôos. Então corre!

3 – PREFIRA VÔOS COM CONEXÃO

Um dos segredos de usar milhas aéreas de forma consciente é sempre tentar obter mais milhas ao usar as mesmas, certo? Então saiba desde já que vôos com conexão tendem a retornar mais milhas para o viajante (vôos de classe executiva também, se você puder bancar). Ao optar por um vôo com conexão, você tem a chance de usar um truque que poucos conhecem: o stopover.
Ham? o que
é isso? Stopover é quando você precisa trocar de avião em algum hub aéreo e aproveita para estender algumas horinhas de espera em dias que você pode usar para aproveitar e curtir a cidade! E o melhor: sem pagar nada por isso! Boa parte das cias aéreas não cobram nada pelo stopover e, quando cobram, são valores irrisórios. Já pensou viajar para Índia e passar dois dias em Londres na ida e dois dias em Frankfurt na volta? Achou interessante? Então veja o que está por vir…

4 NÃO SEJA INFIEL AO SEU PROGRAMA DE FIDELIDADE

De nada adianta se cadastrar em vários programas de fidelidade de diferentes cias aéreas e depois ter que ficar suando arduamente para acumular pontos suficientes em cada uma – lembre-se que as cias tem uma quantidade mínima de milhas que você precisa ter antes de poder usar. Escolha um programa e seja fiel à ele. Isso sim é usar suas milhas aéreas de forma consciente!

5 – PREFIRA AS MESMAS REDES DE HOTÉIS

Você pode se cadastrar nos programas de fidelidade de redes de hotéis famosos para ganhar vários descontos para sua hospedagem. Algumas das mais conhecidas são as redes Accor, Hilton e Best Western. São tão grandes, aliás, que é possível encontrar os hotéis das redes na maioria dos destinos. Quanto mais você se hospeda nos hotéis da mesma rede, mais pontos você recebe, ou seja mais milhas-em-potencial. 

6 – FIQUE ATENTO ÀS PROMOÇÕES

Como o dólar está altíssimo ultimamente e você deve saber, boa parte das cias aéreas estão fazendo promoções para destinos nacionais e é possível encontrar passagens de ida e volta à partir de R$72! Ou seja, para que você vai queimar 10 mil milhas aéreas quando você pode pagar apenas R$72 pela passagem?! Não é melhor deixar acumular mais um pouco para fazer uma viagem internacional? Pense nisso!

7 FIQUE MUITO ATENTO AO PRAZO DE VALIDADE

Cada programa de fidelidade tem uma data de expiração diferente, por isso é importante prestar atenção total nesse detalhe. Não adianta nada se matar para acumular milhas e depois deixá-las escoar pelo ralo, a não ser que…

8 – NÃO VAI PODER VIAJAR? ATENÇÃO! NÃO DEIXE SUAS MILHAS MORREREM

… você aproveite para vendê-las. Se você está com muitas milhas para vencer e não vai ter como gastá-las, por que não aproveitar para vendê-las? Sim é Possível! Lembre-se que é você quem vai estar do lado “desesperado” da equação, então não é como se você fosse exatamente lucrar com a situação. É mais como um tapa-buraco. O valor das milhas varia, mas para referência, 10 mil milhas podem custar qualquer coisa entre R$250 e R$350.

Conseguiu visualizar também que isso pode ser até uma forma de comercializar milhas e faturar uma grana extra? Interessante não é mesmo?

Agora que você já conhece nossas dicas para usar suas milhas aéreas de forma consciente, mão s à obra (conhecimento sem ação nada adianta). Apenas mantenha em mente nosso mantra: sempre GASTE suas milhas de forma com que você GANHE mais milhas! Grave isso.

Eae Curtiu as dicas? Confira também nosso artigo raro sobre como viajar praticamente de graça pelo Brasil e o Mundo. Você não vai querer perder, viajar praticamente de graça é possível!

E se você ainda está tentando desvendar os segredos de como acumular milhas aéreas sozinho, com tentativa e erro (e você sabe como pode ser doloroso o processo) sem ter a quem seguir, quero te dar um atalho que vai acelerar o acumulo de suas milhas aéreas de modo simples e Direto ao PONTO. Sério, Conheça o curso Turbine Suas Milhas Aéreas! O Allan Costa, idealizador do curso, é praticamente o Mestre dos Magos quando o assunto é milhas aéreas. Você deve conhecer ele!