Como aproveitar a viagem com filhos pequenos – Parte 3

Como aproveitar a viagem com filhos pequenos – Parte 3

“Chegamos, finalmeeente!”

Nada melhor do que chegar ao destino tão esperado na sua viagem de férias, não é mesmo?

Se você tem um filho, vem a pergunta: Como aproveitar a viagem ao máximo com um pequeno para cuidar?!

Para responder a sua pergunta, fiz essa sequencia de 3 artigos para te ajudar a aproveitar sua viagem com filhos pequenos.

Perdeu os artigos anteriores?
Confira aqui o 1º artigo da sequência!
Confira aqui o 2º artigo da sequência!

Nesse 3º e último artigo vamos falar sobre coisas para se considerar depois que você já chegou lá!

Depois desse último passo você, com certeza, vai estar preparado para tirar o melhor da sua viagem com filhos pequenos!

Vamos lá:


1. Escolha pontos de encontro

Você já passou por uma simulação de incêndio?

Se sim você deve lembrar que logo após evacuar o prédio, sempre havia um ponto de encontro onde todos que estavam no prédio juntavam-se para aguardar instruções e tratar feridas se houver alguma.

Por que não usar essa boa prática quando viajar com a família?Para usar essa dica é fácil: toda vez que vocês forem para um lugar grande e forem passar mais do que poucos minutinhos, decida qual vai ser o ponto de encontro.

Isso por si já diminui uma das grandes dores de cabeça dos pais nas viagens: perder seus filhos. Falo isso pois quando pequeno meus pais passaram por isso.

Apenas combine com todos: caso alguém se perca, espero ali, e vamos  todos lá nos encontrar!

Simples mas funciona!


2. Traga um plástico ou lona

Se você tem um filho que está na fase de engatinhar para todo o lado, sabe bem a dor de segurar o pequeno como se fosse um prisioneiro.

Leve um pedaço de plástico ou de lona. Quando ele quiser se exercitar você pode dar a carta de alforria, esticar no chão e pronto. Dessa forma seu filho deixa de ser o pano de chão.

Você pode receber uns olhares estranhos das pessoas, mas o olhar dele se divertindo paga qualquer outro!


3. Alimentação

Alguns países são conhecidos pela péssima higiene na hora de fazer a comida, principalmente na rua.

Então vou dar três dicas preciosas para evitar que você e seus filhos peguem uma diarreia ou infecção alimentar

Evite os buffets, pois a comida fica parada ali tempo suficiente para ser contaminada.

Quando for escolher um local, escolha um que façam a comida na hora e que esteja lotado. Assim, com a alta rotatividade, a chance de ser contaminado é menor.

Para as bebidas, veja se as garrafas e latas ainda não tinham sido abertas quando te trouxerem. Verifique também se estão sujos. Pode ser um mal sinal. E sempre limpe ou dê para seus filhos tomarem com canudo.


 4. Hidratação

“Filho, vai tomar uma água! Não quero mãe / pai!”

Essa cena é familiar para você? Se sim está no mesmo barco que todos os pais do mundo.

Porém em lugares com a temperatura muito alta, isso pode causar desidratação severa nos pequenos.

E eles tendem a tomar só quando a saliva já está secando, o que não é nada saudável!

Então insista para que bebam a toda oportunidade. Verificar se o xixi deles está muito escuro ou concentrado pode ser um bom indicador se seus esforços estão funcionando!

Para bebês que só amamentam, dê leite com uma frequência maior, e se necessário ofereça água.


5. “Número 2”

Constipação é um problema comum em casos de desidratações mais leves, ou de mudanças bruscas no tipo de comida.

Desidratação já falamos no item anterior. Para o outro caso, faça uma massagem na barriguinha do seu pequeno com um óleo leve, e traga seus joelhos no peito algumas vezes para estimular o intestino.

Em casos mais extremos você pode massagear o ânus do pequeno com vaselina para estimulá-lo.

Lembre-se que criança constipada fica com humor menos amigável, ou como costumamos falar, enfezado!


6. Não exponha seu bebê a climas extremos

Usar bastante roupas, tomar banho quente, evitar choque térmico, ou tomar banho morno para frio, evitar excesso de roupas, dar bastante água, passar pano úmido na pele do bebê no calor.

Aposto que esse tipo de dicas não são novidade para você não é mamãe e papai?

Quando você tem um pequeno ou pequena para tomar conta, com certeza pensa em tudo para que ele ou ela estejam bem, certo?

E como fazer isso durante a viagem? Você não pode mudar o tempo com um botão, ou pela força do pensamento (quem dera não é?). O que você pode, no entanto, é evitar expor o seu filho à climas extremos.

De forma bem tranquila seria evitar horários de maior frio / calor para sair na rua, fazendo programas em lugares fechados nos piores horários.

Em casos mais extremos, seria até reconsiderar os planos de viagem, ou o destino propriamente dito.

Sim, parece uma decisão um pouco forte para se tomar na sua viagem de férias. Mas se quiser evitar que ele tenha um grande stress ambiental, com direito a dores de cabeça, confusão mental, irritabilidade, queda na pressão arterial, febre extrema, insolação, hipotermia, e desidratação, é uma consideração importante.

Não digo para deixar de viajar. Pelo contrário. Ter um filho acompanhando a viagem na verdade a torna melhor e não pior. Aproveite em família. Esses momentos vão ser lembrados para sempre, em toda reunião de família!

E pense: você preferiria ver alguma atração, cidade, ou ter o seu pequeno em perfeita saúde?


7. Chame seus filhos para participar

Para filhos um pouco maiores, por que não trazê-los para participar e tomar decisões nessa viagem em família?

Peça para ele ser o líder da viagem por algum tempo, dê um estímulo para ele criar um diário listando tudo o que comeu e bebeu, colecionar coisas que encontrou na viagem, dê para ele a responsabilidade de ser o fotógrafo do dia, e qualquer outra ideia que você tenha.

Na era das redes sociais, coloca-lo para participar vai render, pelo menos, uns bons likes dos amigos. Ele passa a compartilhar os relatos da viagem para os amigos, e de quebra você ainda ajuda ele  a desenvolver habilidades como liderança, comunicação e escrita.

O que de ruim pode sair disso?


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


*