Guia secreto para comprar dólar barato que você nunca ouviu falar antes – Passo a passo

Guia secreto para comprar dólar barato que você nunca ouviu falar antes – Passo a passo

Viajar! Eita coisa gostosa né? Só que perto da data do seu embarque você descobre que a cotação do dólar (euro, libra, etc) está mais alta do que custo do cafezinho no aeroporto!

Nada pode tirar tanto o sossego de uma viagem tão sonhada e planejada do que uma alta taxa de câmbio!

Então, para te ajudar a economizar dinheiro com o câmbio e aproveitar as melhores ofertas, preparei esse guia de como comprar o dólar (e outras moedas) mais baratos!

Durante o artigo vou sempre usar o dólar como referência. Porém você pode usar as estratégias para qualquer moeda do mundo!

Não sou um Mestre em Finanças, e nem é o meu objetivo ir muito no detalhe das definições.

O artigo vai falar sobre:
-> Os tipos de dólar que você pode ter acesso.
-> Quais são os 2 fatores que influenciam na variação do dólar
-> E por último a Estratégia para utilizar esses 2 fatores para economizar

Se já souber as informações, pode ir direto para a estratégia de como economizar!

O quanto posso economizar?
Não existe um valor garantido.
Na análise das últimas 4 semanas, a variação foi de quase R$ 0,30 pór dólar, entre os maiores e menores valores!

Pronto para gastar menos com a compra de dólares, e de uma forma fácil, passo a passo?!


Entenda os tipos de moeda

Comercial, Turismo, Paralelo…Se você foi pesquisar valores de cotação do dólar deve ter visto esses termos.

O dólar não tem diferença como moeda. Então, independente do tipo que estivermos falando, todos são a mesma moeda. O que diz qual tipo vai ser é para o que é usado, e por quem.

Inclusive, em 2005 o Dólar Turismo e o Dólar Comercial foram unificados. Dessa forma eles seguem o mesmo mercado legal no país. Os nomes ainda são utilizados para indicar as diferentes taxas praticadas pelo mercado, dependendo do tipo de operação. Conheça quais são elas:

Dólar Turismo

Quem usa: Qualquer pessoa
Usado para o que: Venda e compra de dólar usado em viagens no exterior, aquisição de passagens aéreas, gastos no exterior feitos com cartão de crédito internacional.

Outras informações:
 O volume de compra do dólar turismo é mais relativamente baixo. Então ele pode ser comparado com mercados no varejo. Por poder comprar pouco, as taxas são mais altas.

 

Dólar Comercial

Quem usa: Grandes Empresas, governo, e raramente brasileiros residentes fora do país.
Usado para o que: Venda e compra de dólar usado em importação e exportação de mercadorias em grandes empresas. Movimentações financeiras do governo no exterior, e empréstimos de brasileiros residentes fora do país (quando registrados no Banco Central).

Outras informações: O volume de dólar em cada transação é muito maior do que no caso do dólar turismo. Então funciona como fazer uma compra no atacado: por comprar uma quantidade alta, o valor individual é mais baixo.

 

Dólar Paralelo

Quem usa: Qualquer pessoa que queira comercializar a moeda de forma ilícita.
Usado para o que: O dólar definido como paralelo é o que circula fora dos meios oficiais de compra e venda. Os principais usos são lavagem de dinheiro, sonegação, tráfico, entre outras práticas ilegais. Até mesmo, comprar dólares de um amigo é considerado negociação de dólar paralelo. São quaisquer negócios de compra e venda feitos de forma clandestina, sem reconhecimento do Banco Central.

Outras informações: Antigamente utilizavam dessa moeda para evitar problemas na economia nacional, como o confisco das poupanças no passado. Hoje em dia não é mais tão comum. Por ser clandestinos, o valor é definido pelas pessoas envolvidas na negociação, e não tem nenhuma influência oficial no preço.

Como aqui no Brasil não é possível fazer compras diretamente com o dólar, é um mercado mais incomum. Em alguns países da América Latina, como o Peru, é possível comprar produtos e serviços diretamente com o dólar. A cotação usada é informal e clandestina.


Como variam os preços do dólar?

Meu navegador já estava quase travando com as mais de 30 abas abertas sobre comportamento do mercado de dólar. Eu lia uma atrás da outra. Queria ter certeza que ia fazer a melhor compra; de que conseguiria encontrar o momento certo.

E então, eu encontrei: Dólar sendo vendido a R$ 3,31! Esse valor era sensacional. Melhor do que qualquer possibildade  na minha imaginação! Assim ia sobrar dinheiro para gastar na viagem! Enquanto já imaginava no que podia gastar a sobra, quais programas poderia fazer, corri para fazer a compra!

E lembro como se fosse hoje: a cotação da casa de câmbio estava quase 0,15 mais cara do que o que a cotação oficial. Ai não era só uma questão de gastar uma grana a mais. Mas eram planos que mal estavam formadas na cabeça, que já tomavam um banho de água fria. Fiquei bravo, decepcionado. Mas não tive escolha. Comprei no que acabou sendo a melhor cotação das últimas 3 semanas! Acima da cotação oficial!


 

E por que isso acontece?

Depois dessa frustração, tive que entender! Pesquisei, e entendi. É simples, na verdade: no Brasil o câmbio do dólar não é fixado pelo governo. Em outras palavras, o governo não define preços máximos e mínimos de venda da moeda. Isso é diferente do que acontece na China, por exemplo, onde o governo define qual o preço da cotação de moedas estrangeiras.

Voltando ao Brasil, o valor da moeda que você encontra nos meios oficiais é uma taxa média de todas as operações que aconteceram no mercado financeiro, a chamada PTAX. Ou seja, ela é dá uma idéia de como se comportou o mercado e o preço em um período de referência (hora, dia, semana, mês, ano, etc). Mas não é um valor obrigatório para ser usado pelas casas de câmbio.

Existem 2 fatores que influenciam no preço que vamos pagar no final das contas: O Mercado e as casas de câmbio! Vamos falar rapidamente de cada um deles.


Fator Número 1 – O mercado: Oferta e Demanda!

“Moça bonita não paga! Mas também não leeeva!” Minha infância foi vivida a base de muito pastel e caldo de cana nas feiras de rua. Ao sair do Brasil essa era uma daquelas coisas que eu sentia falta.

E não tem lugar melhor para entender o mercado do que em uma feira. Os vendedores montam as suas barracas por volta das 04h da manhã. Eles trazem uma grande quantidade de frutas, verduras, legumes, carnes, e tudo o que mais que eles vendem.

A única certeza que os comerciantes tem é que por volta das 14h-15h a feira termina. O objetivo deles: vender o que puderem.

No começo do dia, preços são cheios. Imagine três produtos: banana, maçã e mamão! No começo do dia todos custam R$ 2,00.

Durante a feira, o vendedor percebe o seguinte:

  • A banana está vendendo bem. Deve acabar antes das 12h.
  • A maça está vendendo normal. Deve vender tudo.
  • O mamão não está vendendo bem.

O que ele faz? “Olha o mamão em promoção! É só aqui, aproveeeite!”Ele também pode aumentar o preço da banana.

E isso é um dos princípios mais importantes da Economia: Oferta e Demanda. Quando você tem mais oferta de um produto do que demanda de compradores, o valor dele cai. Sempre que se tem mais demanda do que oferta, o valor aumenta.

E isso vale para o dólar:
– Se em um dia específico muitas pessoas comprarem dólares no mercado, seu valor aumenta.
– Caso no dia seguinte, muitas pessoas vendam seus dólares, seu valor diminui!

O primeiro fator, então, é o mercado. Esse não conseguimos controlar. Para mudar o valor do dólar no mercado, é preciso comprar ou vender quantidades MUITO ALTAS de dólares.

Não podemos controlar o mercado. Mas conhecer o mercado já ajuda a tirar vantagem dele!


Fator Número 2 – Casas de Câmbio

O segundo fator que influencia os preços do dólar são as casas de câmbio. Elas são autorizadas pelo Banco Central para comprar e vender moedas.

Para consultar a lista de casas de casa de câmbios regularizadas, clique aqui

E como as casa de câmbio influenciam os preços do dólar?

As Casas de Câmbio compram um produto por um preço, e vendem mais caro! Então, se o preço no mercado está em R$ 3,50, as casas compram por esse preço, e revendem com uma margem de lucro.

Então, diferentes casas cobram diferentes preços pelo mesmo produto! E esse é o segredo!

O problema é que, diferente de produtos como arroz, nós não temos idéia de quanto vale o dólar.

O grande problema é que nós temos uma idéia de quanto custa em média o leite. Mas não temos noção de quanto custa o dólar. E é essa falta de informação que nos custa caro ao comprar a moeda.

Quais as taxas envolvidas nas casas de câmbio?

Ao comprar ou vender dólares, existem diversas taxas envolvidas (entre impostos e taxas das casas)

As principais taxas são:
Conversão da moeda: Como já falamos, cada Casa de Câmbio tem liberdade de cobrar o que valor que queira.

Taxa de operação: A grande maioria das casas de câmbio cobram, além de um valor por dólar comprado, uma taxa única de transação. Ou seja, independente se você comprar US$ 10,00 ou US$ 1.000,00 a taxa vai ser a mesma.

IOF: O IOF é o Imposto sobre Operações Financeiras. Ele é cobrado para todas as operações de crédito, câmbio, seguro ou operações relacionadas a títulos e valores imobiliários, ou operações com ouro, e outras ativos financeiros. Conheça as alíquotas de compra:

– 1,10% para compra de papel moeda. 
– 6,38% para compras internacionais efetuadas com cartão de crédito, débito e recarga de cartões pré-pagos (conhecidos como travel money).

Qual é a casa de câmbio mais barata?

Você vai comprar US$ 100,00 e encontrou duas casas de câmbio, cada uma com as seguintes condições:

  • CASA DE CÂMBIO 1
    Câmbio: US$ 1,00 = R$ 3,50
    Taxa de transação: R$ 30,00 por transação
  • CASA DE CÂMBIO 2
    Câmbio: US$ 1,00 = R$ 3,45
    Taxa de transação: R$ 45,00 por transação

Qual casa é mais vantagem fazer a compra? Uma taxa de câmbio menor é sempre melhor não é? Mas será mesmo? Vamos calcular:

  • CASA DE CÂMBIO 1
    Câmbio: R$ 350,00
    IOF: R$ 3,85
    Taxa de transação: R$ 30,00
    TOTAL: R$ 383,85
  • CASA DE CÂMBIO 2
    Câmbio: R$ 345,00
    IOF: R$ 3,795
    Taxa de transação: R$ 45,00
    TOTAL: R$ 393,79

Nesse caso, você teria pago cerca de R$ 3,84 na Casa de Câmbio 1 e cerca de R$ 3,94 na Casa de Câmbio 2. Esse valor é que chamamos de VET – Valor Efetivo Total

Você deve ter percebido algo que preocupa: “com tantas taxas, como vou conseguir saber qual é a Casa de Câmbio mais barata?”. Veja na nossa estratégia:


Estratégia para economizar na compra de Dólares

A partir de agora você já sabe que o Mercado define a média de preços de negociação do dólar. E que baseado nesse preço do mercado, as Casas de Câmbio definem o quanto vão cobrar para te vender a moeda. Nossa estratégia então, atua nesses dois fatores.

De forma resumida, para comprar dólares de forma barata, devemos fazer a compra em um dia que o mercado esteja em baixa (com muita oferta de dólares e pouca demanda de compradores), e comprar da Casa de Câmbio que tenha depois de todas as taxas tenha o menor preço (ou seja, menor VET).


PARTE 1 – Encontrando melhor momento para a compra

Conhecendo o Mercado de Dólar

Regras Básicas

IMPREVISIBILIDADE – O Mercado financeiro é imprevisível. as palavras Mercado Financeiro e Garantia, ou Certeza, não cabem na mesma palavra. Entenda isso para não criar expectativas muito arrojadas.

PLANEJAMENTO 
Como o mercado é imprevisível, é bom ter algum nível de planejamento para tirar melhor vantagem do método. O ideal é 1 mês antes da sua viagem começar a usar o método. Você vai precisar de cerca de 15 min por semana para isso. Se sua viagem de emergência, é possível tirar vantagem usando o final do método. Não terá os mesmos resultados, mas já conseguirá economizar um pouco.

COMPROMETIMENTO
Para ter sucesso, você deve gastar pouquinho tempo por semana definindo qual seria o melhor momento para a compra. Depois disso, você vai precisar de cerca de 15-20 min no dia da compra. É isso! É pouco e já vai te garantir resultados.

FUNCIONAMENTO DO MERCADO DE CAPITAIS
O Mercado Financeiro funciona todos os dias úteis, de acordo com o calendário de feriados da cidade de São Paulo, onde está a sede da BM&F Bovespa. O horário de funcionamento é: das 10h às 17h exceto entre outubro a março (quando fecha às 18h).


Ciclos de variação

O dólar funciona em ciclos de variação de preços. Essa variação acontece em ciclo diário, semanal, mensal, e por aí vai.

Isso significa que, mesmo se o dólar fechar em baixa em um dia, pode ser caro por estar em um ciclo de alta semanal, ou mensal.

Veja a comparação dos seguintes ciclos:

DIÁRIO (16/06/16)

No dia existiram dois picos: Uma alta do dólar, chegando a R$ 3,50 logo no início do dia, e uma baixa, com o dólar chegando a quase R$ 3,46, por volta das 13h30.

Durante o dia a variação foi considerável, não é?


SEMANAL (09/06/16 à 16/06/2016)

Eu pintei de cinza a variação do dia 16/06 para que possamos comparar com a semana. Veja como aquelas variações que aconteceram no dia parecem muito menores quando comparados no ciclo da semana

Veja também que a alta do dia 16/06 foi o pico mais alta da semana. Porém a baixa do dia 16/06 está bem acima da baixa da semana.


MENSAL (19/05/16 à 16/06/2016)

Nesse último gráfico de variação do último mês, veja que a baixa da semana foi o pico mais baixo do último mês, com o dólar caindo a um pouco menos do que R$ 3,36.

Já o pico mais alto, aconteceu nos primeiros dias do mês, chegando a quase R$ 3,63.

Veja então que:
– Todos os ciclos tem altas e baixas
– Um pico e uma baixa em um contexto diário podem não ser nada comparado com o contexto semanal e mensal!

 

Encontrando o melhor dia

0) Encontrar as informações

Eu gosto de consultar essas informações no Gráfico Interativo do Investing.com. Ele é simples e intuitivo.

Ao abrir o link, verá o gráfico assim

Ele te oferece muitas configurações. As mais importantes são:

Tipo de Gráfico: Eu sempre escolho o de linhas (veja fotos).

Peridiocidade: Você pode escolher de quanto em quanto tempo você vai ver os pontos. Dependendo do período que você estiver analisando vale a pena mudar.
Análises mensais => selecione dias.
Análises semanais e diárias => selecione 15 ou 30 min.

Barra inferior:

Ela está configurada em notação americana: Mês / Dia / Ano. Nesse exemplo, vai de 14/02/16 até 16/06/16.


1) Analise o ciclo mensal e semanal

Tempo gasto: 2,5 min por semana
O ciclo semanal deve ser verificado 1 vez por mês, e o semanal 1 vez por semana.

Objetivo: Decidir se vale a pena comprar agora ou esperar!
Lembre-se que o mercado é imprevisível. As vezes é melhor garantir um valor baixo do que esperar muito mais, e pagar a mais por ganância.

Fazendo a análise:
Ciclo mensal
Ao ver o ciclo mensal se pergunta:
– Já existiu um pico de baixa muito claro no mês?
– Agora estamos em uma alta, uma baixa, ou um valor intermediário?

O momento para compra ideal é uma baixa no mês!

No nosso exemplo,  já houve um pico inferior sim, que aconteceu por volta do dia 09 de junho:

Ciclo Semanal
O ciclo mensal vai te dizer se agora é um momento de baixa, alta, ou valor médio.
Baixa: Ótimo momento para comprar.
Alta: Aguarde! Acompanhe as análises semanais para 1-2 vezes por semana até acontecer uma baixa.
Intermediário: Decisão varia. Se tiver tempo para a viagem, pode esperar.

 

No nosso exemplo, estamos em um momento intermediário no mês. Vendo a diferença entre o menor valor do Mês e o de hoje, eu compraria!

Objetivo dessas análises é decidir se você vai comprar agora. Quando decidir que sim, siga para o próximo passo.


1) Analise ciclo diário

A partir de agora, você decidiu comprar hoje, você tem que saber a melhor hora do dia!

Acompanhe a variação de preço com o Gráfico em Tempo Real do Investing.com. Quando identificar uma baixa durante o dia, é hora de realizar a compra da moeda!

Para dar uma idéia do que pode acontecer em um dia de baixa, vou colocar o gráfico da variação do preço ao longo do dia 09 de Junho, momento que aconteceu o pico mais baixo no nosso exemplo:

Os preços mais baixos aconteceram logo no começo da atividade, por volta das 10h45, e o outro entre as 13h30 e as 14h00.

O segundo seria o momento ideal para sua compra. Assim você teria encontrado a um preço de R$ 3,38. Lembrando que o preço no pico mais alto da semana estava por volta de R$ 3,60, esse com certeza era o momento certo para a compra.


PARTE 2 – Comprando pela menor taxa de casas de câmbio

Quando chegar o momento de comprar, o grande problema é encontrar a agência que tenha o menor VET. Saber isso rápido pode ser a diferença entre comprar barato ou não!

Para isso, existem dois sites que recomendo. Já aviso aqui que não ganho nada em fazer propaganda deles. Apenas são úteis, e por isso os divulgo, nada mais.


 

MelhorCâmbio

O que é: Um site que unifica informações de compra de diversas casas de câmbio, já oferecendo qual a VET de cada uma. Ou seja, ela faz o trabalho “sujo” de calcular o valor total.

Condições de compra: Varia de acordo com a casa de câmbio escolhida.

Como funciona:

1. Selecione moeda e cidade

Logo na página inicial do site, você já seleciona qual a moeda que está procurando, e qual cidade você more. Então clique em Quer comprar!


2. Selecione a Casa de câmbio mais barata

Do lado esquerdo você vai ver uma lista com as agências de câmbio e o VET de cada uma.


3. Entre em contato com a Casa de Câmbio

Ao selecionar a casa de câmbio ele vai te dizer qual o endereço e telefone dela. Então é só entrar em contato com eles o mais rápido possível e fechar a compra.

Infelizmente você não consegue fazer a compra direto pelo site. Mas o MelhorCâmbio tem uma função muito interessante:

 

BÔNUS. Faça uma proposta as casas de câmbio

Essa é a função que torna o MelhorCâmbio único: a possibilidade de negociar preços com as casas de câmbio. Basicamente você diz a quantidade de dólares que quer comprar, e quanto gostaria de pagar.

Para fazer isso basta as informações no centro da tela com os resultados de preços (como a que está aqui em cima). Ao preencher na tela de buscas, sua proposta vai para todas as Casas de câmbio.

Mas também é possível fazer uma proposta para uma Casa de Câmbio exclusiva. Para isso, após selecionar a casa na lista de resultados, clique no botão Fazer Oferta Exclusiva. 

Se alguma gostar da proposta pode fechar negócio. Lembre-se que quanto maior a quantidade de dólares que queira comprar, maior a chance de aceitarem.


 

BeeCâmbio

O que é: É uma casa de câmbio que permite que você veja cotações, e faça compras de moedas online. Ele já mostra o valor do VET. Outro ponto interessante é que ele tem um algoritmo que oferece um preço dinâmico, baseado na quantidade de dólares que você pretende comprar. Assim você já consegue fazer cotações. Já deixo claro: se você for comprar menos do que US$ 1.000,00 ele não é uma boa opção. Se for comprar acima disso, vale fazer a cotação.

Condições de compra: Eles tem um limite de compra. O mínimo é de US$ 100,00, e o máximo US$ 40.000,00. Como formas de retirada da moeda você pode retirar nas lojas parceiras deles sem custo. Existe a opção de delivery em casa. Você pode ver as condições por lá. Algumas localidades podem ter frete grátis.

O único detalhe é que o pagamento tem que ser feito por transferência eletrônica. Eles não aceitam cartão de crédito, débito, boleto nem dinheiro.

Como funciona: o funcionamento do site é bem simples

1. Selecione moeda, cidade e quantia que pretende comprar

Logo na página inicial você já coloca as informações de cidade, moeda que quer comprar e quantidade, e ele já gera a cotação.


2. Selecione como prefere receber a sua moeda.

Na parte inferior você pode ver as opções com datas de entrega / retirada e custo.


3. Veja o valor total no campo à direita

No campo a direita você poderá ver o valor total da compra, e o VET com as condições que você escolheu. Se os valores fizerem sentido, é só clicar no botão COMPRAR para seguir para o pagamento.


4. Faça seu login

Aqui é momento que ele pede para você fazer seu login. Caso seja primeiro acesso, você precisará criar um cadastro. Leva cerca de 2 minutos, mas ele pede seu RG, CPF e Endereço para realizar.


5. Confirme os dados da sua compra e pagamento

Essa seria a última tela com o resumo das informações, como quantidade de dólares comprados, valor total a ser pago, endereço de entrega. Nessa tela, você se compromete a realizar um TED (Transferência Bancária) para eles até as 16h. Caso você não faça a compra está automaticamente cancelada.

Depois de confirmar as informações, se comprometer a fazer a transferência, você clica no botão CONFIRMAR PEDIDO. 


6. Envio de documento

Como medida de segurança, e garantia de que é você mesmo que está realizando a compra eles pedem para você enviar um documento para eles: O RG, ou a CNH. Depois disso, você vai receber as informações para pagamento e acompanhamento do pedido


Outras informações

Vale lembrar que não sou especialista em Finanças, Mercado Financeiro. Portanto, a aplicação desse método seja feito por motivação própria.

O que posso dizer por experiência pessoal é que é possível fazer bons negócios prestando atenção nesses pontos, e aplicando – os. No fim, você vai gastar de 15 a 20 minutos por dia no máximo.

Se você tiver qualquer dúvida a respeito desses pontos, ou conhecer outras formas de economizar na compra de dólares, me conta aqui nos comentários! (=

12 Comments on "Guia secreto para comprar dólar barato que você nunca ouviu falar antes – Passo a passo"

    Gente. O melhor site para comprar dólar, euro, libra, etc é na NeoCâmbio (www.neocambio.com.br). Eles tem as melhores cotações de câmbio do Brasil, pode pesquisar em todos os site, verá que os preços das moedas deles são sempre mais baratos. Já inclui IOF e tem delivery gratís. É tudo online, sem burocracias.. Eles saíram na IstoÉ Dinheiro (http://www.istoedinheiro.com.br/tag/neocambio/)
    Deem uma olhada no cotação de câmbio turismo do dólar, euro e libra deles.. http://www.neocambio.com.br
    Ah.. eles atendem todo o Brasil.

    Eu nem poderia imaginar que o dólar alterna durante as horas do dia. Muito interessante esse texto. Tenho utilizado uma casa de câmbio online chamada Levycam e gostaria de deixar a dica para as pessoas conhecerem, eles tem um atendimento ótimo. levycam.com.br

    Eu costumo usar o BoaTaxa sempre que preciso comprar moeda estrangeira. Fiz uma viagem em janeiro e foi onde encontrei o preço mais em conta. Eles também comparam as cotações de várias casas de câmbio e permitem o fechamento da operação online. O site deles é http://www.boataxa.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


*