14 motivos para odiar viajar de avião

Assim como 99% das pessoas você também ama viajar?
Conhecer novos lugares, e respirar novos ares e ter novas experiências!

Apesar de parecer maravilhoso, nem tudo é só rosas. Algumas coisas sobre viajar de avião são irritantes!

Tome seu calmante, e veja quais os 14 motivos para odiar viajar de avião.


1. Alfândega e Imigração

Sempre na sua frente vai ter um idoso ou alguém muuuito lento para segurar a fila enquanto as outras estão na velocidade da fórmula 1.

Além disso, algumas coisas na vida tem limite. Se você NUNCA permitiu que seu namorado(a), marido ou esposa ficasse fuçando na sua mala, e vendo seus itens pessoais, quem disse que uma pessoa com um uniforme no aeroporto pode?

Sim, e nesse caso há grandes chances de eles escolherem você para a checagem de bagagem. Aí você vê ele colocando a mão na sua roupa íntima. ONDE ESTAVA ESSA MÃO ANTES? E SE ELE NÃO LAVA AS MÃOS DEPOIS DE IR NO BANHEIRO?

Nota mental: jogar tudo fora e comprar novos kits de roupas íntimas quando chegar.


2. Passageiro da frente

Você está lá tranquilo, aproveitando o resto do seu lanchinho,  lendo um livro, ou vendo um filme, quando de repente, o banco da frente te ataca sem nem avisar.

Isso mesmo, a pessoa da frente resolve descer o banco COM TUDO, sem te dar tempo de reação de fechar a bandeja ou tirar qualquer coisa do seu colo!

Que RAIVA!


3. Passageiros do seu lado

Ao embarcar em um avião se prepare. Você vai ter que aquecer e se preparar para a maior batalha da sua vida: ela exige estratégia, paciência, muita força de vontade e persistência. É a batalha pelo apoio de braço.

Esteja sempre com os olhos atentos, por que no momento que você tirar seu braço de lá, o vizinho acaba por dominar o espaço. Aí recuperar a perda é dificílimo.

Além disso, com certeza você vai dar sorte de estar ao lado de uma pessoa tão gorda que acaba por invadir seu espaço com os pneus abdominais. Como isso é permitido? Não vai desnivelar o avião? SOCORROOOO!!

Mas podia ser pior: seu  vizinho de assento ser aquele que não para de falar com você quando seu único objetivo é tentar tirar um cochilo de 10 min (provavelmente o máximo que você conseguiria dentro do avião!).


 4. Vôos muito longos

“Nossa, não acredito… quem diminuiu a velocidade de passagem do tempo! Não chega nunca!”

Como a viagem ia ser longa você decidiu comprar em horário bem tarde pra ir dormindo. Mas por questão do destino você não tá com sono, não tem nenhum livro, não tem um bom sistema de entretenimento no avião, e seu celular já acabou de bateria. NÃÃÃÃÃO!!

Depois de tirar 15 cochilos, contar o número de bancos cheios e vazios do avião, 5 vezes, descobrir o que cada botãozinho faz, reparar em todos os detalhes dos vizinhos, e tentar todas as posições possíveis e imagináveis que você pode assumir no avião, você descobre que ainda faltam 9h28.

Você sai para fazer uma escala e está morrendo de sono. Quando entra no avião, está mais acordado que criança pequena, e o ciclo recomeça.

No final da viagem você se sente saindo de uma prisão de segurança máxima.

Ninguém merece né?!


5. Comida de avião

Sério, o que é isso que eles chamam de comida??

Em algumas viagens a comida servida te faz você perceber que uma amostra grátis de supermercado não é tão pouco assim. Nos outros casos em que eles oferecem algum tipo de comida, o pensamento é: TEM CERTEZA QUE É COMESTÍVEL?

Peixes feitos de plástico, frango feito de material de chinelo, pão que te faz questionar se está com tanta fome a ponto de arriscar perder os dentes. Um sachezinho de algo para passar no pão que não consegue nem sujar a faca, e café que parece que foi feito com o meião que o comandante usou no futebol do final de semana.

Ah, e sem contar que o copo que eles oferecem as bebidas é tão pequeno a ponto  de deixar os dentes do fundo com inveja dos da frente por não ter nem sido molhados com a bebida.

E sabe qual é o pior? É impossível não comer. Afinal, to pagaaando!


6. Ouvido entupindo

Um ouvido entupido não é nada de mais. A não ser que ao invés de descer a serra de carro você está viajando de avião. Aí, meu amigo, já era!

Nesse caso é mais fácil você desentupir a privada depois de um almoço de família com feijoada. Sim. E não tem nada mais ridículo do que ficar tentando desentupir, tampando o nariz com o polegar e o indicar e forçando ar. Fica parecendo um baiacu.

E se você pensa que essas técnicas vão resolver, pode pensar duas vezes! Por pelo menos uns 40 minutos você vai ficar sem ouvir muita coisa, sentindo como se sua cabeça fosse explodir!


7. Atrasos no voo

“Passageiros do voo X, da companhia aérea Y, do voo com destino para Z, gostaríamos de avisar que o voo está atrasado. Pedimos desculpas pelo incômodo.“

Ahhhhh… já não bastasse ter que chegar 3h antes de voos internacionais, e ficar fazendo hora no aeroporto, você esperando para o embarque e ouve esse infame anúncio.

Sim, irritante.


8. Voo cancelado

A única situação que ganha de atrasos no fator tirar qualquer um do sério é o cancelamento. Você fez tudo o que tinha que fazer, gastou uma nota com táxi para chegar lá porque estava atrasado (sim, acontece, eu sei!), e descobre que o voo não vai mais acontecer hoje.

Tudo bem que em alguns casos as companhias aéreas cobrem custos de hotel e outros. Mas eu não quero dormir Sra. Companhia Aérea, quero aproveitar minha viagem e conhecer os diversos pontos turísticos da cidade.


9. Turbulência

Ah a turbulência. De repente o avião parece que se transformou em um carrinho de montanha russa. A diferença? A montanha russa FOI FEITA PRA ISSO. E na montanha russa eu espero voltar para o mesmo lugar de onde saí, e não ir para algum lugar milhares de quilômetros de distância.

Pelo menos na montanha russa eu posso gritar e extravasar o stress. Imagina um grito no meio do avião?

Força no Dramin!


10. Tentar dormir no voo

Se você, como a maioria dos mortais, voa nos assentos econômicos, sabe bem do que estou falando. Apesar dos tamanhos diferentes, dormir no avião é como dormir em um grande ônibus intermunicipal: Impossível!

Nunca tem posição em que sua coluna vertebral não pareça que vai rachar em duas partes (algumas vezes 3). E a poltrona do meio é sempre a pior.

Tudo bem, algumas vezes você até consegue tirar um cochilo. Mas SEMPRE vai ter alguém com lutando contra um pigarro, um bebê ou criança barulhento por perto para te lembrar que é IMPOSSÍVEL dormir durante um voo!


11. Janela do avião

Sério, me diz por que a janela do avião é tão pequena? Você já conseguiu pegar uma janela (é uma briga interessante pra conseguir!). Aí você quer  aproveitar as paisagens lindas que merecem ser vistas no caminho. Não tão simples: a janelinha do avião te permite ver menos do que uma lente antiga de câmera fotográfica.

E COM CERTEZA, a janela que você pegou é única que está totalmente suja e translúcida. Você consegue até ver formas na poeira e terra acumulada, mas nada da paisagem. POR QUEEE???


12. Ar condicionado

Não importa o local de partida ou o destino, eu sempre tenho a impressão que o piloto e a tripulação vieram de lugares como Antártida, Groenlândia, Rússia, ou Pólo Norte.

Não é possível. Eu nem sabia que era possível um ar condicionado ser configurado para 2ºC. Mas claro que o ar condicionado dos aviões está aqui para me provar o contrário!

E se não fosse o suficiente, você ainda descobre que deixou a sua blusa na mala que foi despachada, e a única coisa que você tem na sua mala de mão é uma camiseta mais fina do que a proteção do assento.


13. Usar o banheiro do avião

Quando entrei no banheiro, chamei a aeromoça: “Por favor, onde fica o banheiro para pessoas que não trabalham no Cirque du Soleil?”. QUEM CONSEGUE USAR AQUELE ESPAÇO PARA FAZER SUAS NECESSIDADES? Nem meu cachorro conseguiria erguer sua pata de tão pequeno que é.

E enquanto você manobra para encontrar uma posição, com certeza, vai acabar esbarrando sua calça ou blusa em um canto molhado e sujo. Aí, pra fechar com chave de ouro, acabou qualquer tipo de papel.

Nesse caso nem mesmo o Chapolin Colorado pode te ajudar!


14. Mala Extraviada ou Danificada

Aquela máxima que sua mãe dizia: “Quero as coisas do jeito que as deixei”. Sim, é só isso que queremos quando despachamos nossa mala, não é mesmo?

E dentre todas as surpresas que você pode ter, essa é o maior pesadelo. Pelo menos para mim. Quando a mala vem quebrada, além de se preocupar com os valores, ter a surpresa ao ver todos os presentes que você comprou quebrados. Ou pior, ter que pegar todas as peças que você não mostra nem para seus parentes, do chão porque a mala quebrada abriu. Sim, isso é pior que caminhar no carvão quente.

Agora, não tem nada pior do que preparar uma mala com tudo o que você precisa e descobrir que vai ficar dias sem seus itens, e vai ter que comprar outros no trajeto. “Senhor, a sua mala foi extraviada! Ela chegará em poucos dias!” “E VOCÊ QUER QUE EU ANDE PELADO NESSES DIAS???”.

Horrível!