Mês: Abril 2016

Avisos mais assustadores durante um voo – Parte 2

“Ai Meu Deeeeus! Será que vamos morrer?!”

Quando você está a quilômetros do chão em uma lata de metal (também chamada avião), qualquer coisa que aconteça já te tira do sério, não é mesmo?

E quando os avisos do piloto não ajudam a te acalmar?

Se você está imaginando, veja alguns avisos assustadores de pilotos durante o voo!

Caso você não viu a primeira parte, veja aqui.

Então aperte seu cintos, e vamos lá!


1. E agora?

“Senhoras e Senhores, eu sinto dizer que vamos ter que fazer uma volta e retornar a Kuala Lampur, pois parece haver um problema com nosso sistema de navegação. Enquanto estamos sobrevoando região continental está tudo bem, mas o problema é relativamente sério quando estivermos sobre o oceano!”


2. Uuuufa!

“Bom dia Senhoras e Senhores, eu gostaria de vos informar que esse é o meu primeiro voo… [longa pausa enquanto os passageiros olham uns para os outros]… do dia!”


3. Esperança é a última que morre

“Vocês devem ter ouvido alguns barulhos incomuns logo depois da decolagem. Parece que o trem de pouso não retraiu completamente. Nós já corrigimos o problema e vamos continuar nossa viagem para Glasgow onde nós temos esperança que tudo vai dar certo no momento da aterrissagem!”

4. Prepare para chacoalhar o esqueleto

“Senhoras e Senhores aqui é o seu capitão falando. Na nossa aproximação à Hong Kong nós vamos encontrar com a cauda de um tornado que está passando nesse instante pela região. Então as coisas devem ficar um pouco mais animadas!”


5. Cuidado com os animais 

“Agora estamos fazendo uma prática de aterrissagem pela pista de pouso apenas para assustar os cangurus!”


6. Risco de paredão

“Por favor, apertem seus cintos de segurança em caso de termos uma parada súbita – como uma contra a lateral de uma montanha!”


7. Convidado ilustre

“Senhoras e Senhores, gostaria de vos informar que temos hoje a bordo uma pessoa muito especial. Ele é um senhor de 89 anos de idade que está fazendo sua primeira viagem. Então, ao sair do avião, por favor, cumprimente o seu piloto!”


8. É esse mesmo?

“Senhoras e Senhores, bem vindos a bordo do voo da British Airways para Denver. Se os seus planos de viagem não incluírem visitar a cidade de Denver, agora é o momento perfeito para avisar algum membro da tripulação!”


9. O importante é insistir

“Nós vamos tentar realizar essa aterrissagem, mas pode ser que nós não consigamos com sucesso. Então nós vamos ficar dando voltas e tentando novamente até que dê certo esta aterrissagem. Nós temos bastante combustível.”


10. Avião Bate-Bate!?

“A pista de aterrissagem está com uma camada de 60 centímetros de neve e está acumulando rápido. Então eles vão enviar um limpa-neve na pista e, com sorte, não deixar mais neve acumular. Vamos dar alguns minutos para que possamos descer e não bater com o limpa-neves.”


11. Esqueceu de encher o tanque?!

“Senhoras e Senhores, nós estamos quase sem combustível, de forma que vamos alterar a rota para Roma e realizar um pouso de emergência!”


12. Quem sou eu?

“Desculpe pelo atraso na aterrissagem. Nós estávamos esperando que Bruxelas reconhecesse que nós existimos!”


13. Houston, we have a problem!

“Nós voltamos para Dhaka. O Avião quebrou. BEM feio!”


14. Oi? O QUE ELE DISSE???

[depois de uma falha de uma turbina] “肒芅邥 笓粊紒 挸栚 酳 峷敊 廲籗糴 烗猀珖 潧, 偢偣 暲 溿煔煃 撖撱暲 蒝蒧蓏 浞浧浵 撌斳暩 舝 跜軥, 谾踘遳 獧瞝瞣” [então todos começam a chorar e se abraçar]


Esse foi mais um conjunto de dicas para economizar na sua viagem!
Agora, se você quer aprender os segredos para economizar ainda mais e conseguir tirar da sua viagem um dos itens mais caros, as passagens aéreas, então você tem que conferir o Turbine Suas Milhas Aéreas, para aprender a acumular 20 mil milhas aéreas em apenas 5 semanas, mesmo se não tiver cartão de crédito!

Avisos mais assustadores durante um voo – Parte 1

“Senhoras e Senhores passageiros…”

Vou compartilhar algo com você: toda vez que eu ouço o piloto abrindo o microfone no meio do voo, eu sempre espero o pior, o ínicio do Apocalipse!

Eu sempre estive errado (ok, uma vez passei por uma turbulência, mas pera lá, até que foi tranquilo!). Mas nem todos tiveram essa sorte!

Se não é o seu caso, vou compartilhar alguns avisos de pilotos, durante o voo, que vão te deixar com o coração na mão.

Sente-se para evitar a taquicardia, e vamos lá!


1. Atrasado para um casamento 

“Senhoras e Senhores, vocês devem ter percebido algumas turbulências, com muito vento contra nós. Então precisaremos fazer uma decolagem mais forte e vai ser desafiante, mas se segurem nos seus assentos. Hoje é sexta a noite e eu tenho um casamento para ir. Vamos lá!”


2. FOGO!

“Senhoras e Senhores, nós vamos realizar um pouso não programado no Aeroporto de Tampere, já que o avião está pegando fogo. Obrigado!”


3. Alguém pode ajudar?

“Não há nenhum motivo para se alarmar, e nós esperamos que você aproveite o resto da viagem. Por acaso, tem alguém a bordo que sabe como pilotar um avião?”


 4. URGENTE!

“Por favor, peço que a aeromoça principal venha à cabine… IMEDIATAMENTE!”


5. Avião vs Natureza. FIGHT!

“Senhoras e Senhores, gostaria de avisá-los que acabamos de ser atingidos por um relâmpago!”


6. Quaaase!

“Senhoras e Senhores, vocês devem ter percebido que nossa descida está mais instável do que de costume. Nós nos aproximamos demais de outro avião e eu tive que tomar uma ação evasiva para evitar colisão!”


7. Essa é novidade!

“Senhoras e Senhores, vamos passar pela maior formação de nuvens de temporal que eu já pude presenciar nesta rota pela Europa Central e eu vou tentar atravessá-la. Por favor, apertem os seus cintos. Tripulação da Cabine, por favor, guardem todos os itens que estão soltos e tomem seus assentos!”


8. Drinks? COMO É QUE É??

“Senhoras e Senhores, nós acabamos de descobrir que eles se esqueceram de abastecer o avião com copos para os drinks. Então ficamos sem copos para esse voo de longa distância!”


9. O importante é confiar

“Senhoras e Senhores, seu capitão falando. Nós tivemos um pequeno problema. As quatro turbinas pararam. Nós estamos fazendo tudo o que podemos para fazê-las voltar a funcionar. Eu confio que vocês não ficarão muito aflitos!”


10. Não contávamos com isso!

É isso mesmo, torre? “(…) vemos a presença de muito mais neve na pista de aterrissagem do que nós havíamos acredito!”


11. Cruzem os dedos!

“Senhoras e Senhores, o temporal está muito mal. Eu farei o meu melhor para aterrissar o avião!”


12. Preparem-se!

“Assim que nós decolarmos eu vou pedir para a tripulação para servir alguns drinks e snacks por 30 minutos. Depois disso eu quero que todos os passageiros e a tripulação para sentar-se, apertar os cintos, e não caminhar pelo avião independente do motivo. Existe uma grande tempestade pela frente. Por favor, fiquem preparados!”


13. Espera… ESSA NÃO É A PISTA DE ATERRISSAGEM!

“Senhoras e Senhores, a chuva está extremamente forte e a visibilidade não está boa. No último minuto eu percebi que estávamos aterrissando em um rio, então nós continuaremos a manter a altitude até que a chuva passe. Mas não há nada para se preocupar!”


14. Velozes, Furiosos e Instáveis

“Eu tenho uma boa notícia e uma má notícia. A boa é que temos um vento de cauda a 321 km/h de forma que vamos chegar em Amsterdã em tempo recorde. A má notícia é que vai ser uma viagem bem instável”


15. Mira no alvo

“Senhoras e Senhores, nós decidimos dar mais uma volta e dessa vez nós vamos conseguir aterrissar NA pista de aterrissagem!”


Esse foi mais um conjunto de dicas para economizar na sua viagem!

Agora, se você quer aprender os segredos para economizar ainda mais e conseguir tirar da sua viagem um dos itens mais caros, as passagens aéreas, então você tem que conferir o Turbine Suas Milhas Aéreas, para aprender a acumular 20 mil milhas aéreas em apenas 5 semanas, mesmo se não tiver cartão de crédito!

Como aproveitar a viagem com filhos pequenos – Parte 3

“Chegamos, finalmeeente!”

Nada melhor do que chegar ao destino tão esperado na sua viagem de férias, não é mesmo?

Se você tem um filho, vem a pergunta: Como aproveitar a viagem ao máximo com um pequeno para cuidar?!

Para responder a sua pergunta, fiz essa sequencia de 3 artigos para te ajudar a aproveitar sua viagem com filhos pequenos.

Perdeu os artigos anteriores?
Confira aqui o 1º artigo da sequência!
Confira aqui o 2º artigo da sequência!

Nesse 3º e último artigo vamos falar sobre coisas para se considerar depois que você já chegou lá!

Depois desse último passo você, com certeza, vai estar preparado para tirar o melhor da sua viagem com filhos pequenos!

Vamos lá:


1. Escolha pontos de encontro

Você já passou por uma simulação de incêndio?

Se sim você deve lembrar que logo após evacuar o prédio, sempre havia um ponto de encontro onde todos que estavam no prédio juntavam-se para aguardar instruções e tratar feridas se houver alguma.

Por que não usar essa boa prática quando viajar com a família?Para usar essa dica é fácil: toda vez que vocês forem para um lugar grande e forem passar mais do que poucos minutinhos, decida qual vai ser o ponto de encontro.

Isso por si já diminui uma das grandes dores de cabeça dos pais nas viagens: perder seus filhos. Falo isso pois quando pequeno meus pais passaram por isso.

Apenas combine com todos: caso alguém se perca, espero ali, e vamos  todos lá nos encontrar!

Simples mas funciona!


2. Traga um plástico ou lona

Se você tem um filho que está na fase de engatinhar para todo o lado, sabe bem a dor de segurar o pequeno como se fosse um prisioneiro.

Leve um pedaço de plástico ou de lona. Quando ele quiser se exercitar você pode dar a carta de alforria, esticar no chão e pronto. Dessa forma seu filho deixa de ser o pano de chão.

Você pode receber uns olhares estranhos das pessoas, mas o olhar dele se divertindo paga qualquer outro!


3. Alimentação

Alguns países são conhecidos pela péssima higiene na hora de fazer a comida, principalmente na rua.

Então vou dar três dicas preciosas para evitar que você e seus filhos peguem uma diarreia ou infecção alimentar

Evite os buffets, pois a comida fica parada ali tempo suficiente para ser contaminada.

Quando for escolher um local, escolha um que façam a comida na hora e que esteja lotado. Assim, com a alta rotatividade, a chance de ser contaminado é menor.

Para as bebidas, veja se as garrafas e latas ainda não tinham sido abertas quando te trouxerem. Verifique também se estão sujos. Pode ser um mal sinal. E sempre limpe ou dê para seus filhos tomarem com canudo.


 4. Hidratação

“Filho, vai tomar uma água! Não quero mãe / pai!”

Essa cena é familiar para você? Se sim está no mesmo barco que todos os pais do mundo.

Porém em lugares com a temperatura muito alta, isso pode causar desidratação severa nos pequenos.

E eles tendem a tomar só quando a saliva já está secando, o que não é nada saudável!

Então insista para que bebam a toda oportunidade. Verificar se o xixi deles está muito escuro ou concentrado pode ser um bom indicador se seus esforços estão funcionando!

Para bebês que só amamentam, dê leite com uma frequência maior, e se necessário ofereça água.


5. “Número 2”

Constipação é um problema comum em casos de desidratações mais leves, ou de mudanças bruscas no tipo de comida.

Desidratação já falamos no item anterior. Para o outro caso, faça uma massagem na barriguinha do seu pequeno com um óleo leve, e traga seus joelhos no peito algumas vezes para estimular o intestino.

Em casos mais extremos você pode massagear o ânus do pequeno com vaselina para estimulá-lo.

Lembre-se que criança constipada fica com humor menos amigável, ou como costumamos falar, enfezado!


6. Não exponha seu bebê a climas extremos

Usar bastante roupas, tomar banho quente, evitar choque térmico, ou tomar banho morno para frio, evitar excesso de roupas, dar bastante água, passar pano úmido na pele do bebê no calor.

Aposto que esse tipo de dicas não são novidade para você não é mamãe e papai?

Quando você tem um pequeno ou pequena para tomar conta, com certeza pensa em tudo para que ele ou ela estejam bem, certo?

E como fazer isso durante a viagem? Você não pode mudar o tempo com um botão, ou pela força do pensamento (quem dera não é?). O que você pode, no entanto, é evitar expor o seu filho à climas extremos.

De forma bem tranquila seria evitar horários de maior frio / calor para sair na rua, fazendo programas em lugares fechados nos piores horários.

Em casos mais extremos, seria até reconsiderar os planos de viagem, ou o destino propriamente dito.

Sim, parece uma decisão um pouco forte para se tomar na sua viagem de férias. Mas se quiser evitar que ele tenha um grande stress ambiental, com direito a dores de cabeça, confusão mental, irritabilidade, queda na pressão arterial, febre extrema, insolação, hipotermia, e desidratação, é uma consideração importante.

Não digo para deixar de viajar. Pelo contrário. Ter um filho acompanhando a viagem na verdade a torna melhor e não pior. Aproveite em família. Esses momentos vão ser lembrados para sempre, em toda reunião de família!

E pense: você preferiria ver alguma atração, cidade, ou ter o seu pequeno em perfeita saúde?


7. Chame seus filhos para participar

Para filhos um pouco maiores, por que não trazê-los para participar e tomar decisões nessa viagem em família?

Peça para ele ser o líder da viagem por algum tempo, dê um estímulo para ele criar um diário listando tudo o que comeu e bebeu, colecionar coisas que encontrou na viagem, dê para ele a responsabilidade de ser o fotógrafo do dia, e qualquer outra ideia que você tenha.

Na era das redes sociais, coloca-lo para participar vai render, pelo menos, uns bons likes dos amigos. Ele passa a compartilhar os relatos da viagem para os amigos, e de quebra você ainda ajuda ele  a desenvolver habilidades como liderança, comunicação e escrita.

O que de ruim pode sair disso?


 

14 Viagens Internacionais mais longas do Brasil!

“Já tamo chegaaaando?!”

Entre nossas viagens, é muito comum ouvir esse tipo de pergunta (principalmente de crianças). Até faria uma aposta que você fez esse tipo de pergunta, em pelo menos alguma das suas viagens durante a vida!

Pensando nas longas viagens de avião você já se questionou quais são as viagens de avião mais longas saindo do Brasil?

Sim, temos viagens de durações e distâncias muito grandes.

Então para matar sua curiosidade vou te mostrar as 14 viagens internacionais mais longas do Brasil. E se um desses destinos estiver na sua lista de próximas viagens, já se prepare para a maratona!

Vamos lá!


14. São Paulo -> Zurique, Suiça

Companhia Aérea: Swiss Airlines
Cidade de Partida: São Paulo
Cidade Destino: Zurique
Distância: 9.500 km
Tempo de Viagem: 11h30
Número de Escalas: Nenhuma; vôo direto


13. São Paulo -> Amsterdã, Holanda

Companhia Aérea: KLM
Cidade de Partida: São Paulo
Cidade Destino: Amsterdã
Distância: 9.700 km
Tempo de Viagem: 11h35
Número de Escalas: Nenhuma; vôo direto


12. São Paulo -> Frankfurt, Alemanha

Companhia Aérea: TAM
Cidade de Partida: São Paulo
Cidade Destino: Frankfurt
Distância: 9.700 km
Tempo de Viagem: 11h35
Número de Escalas: Nenhuma; vôo direto


11. São Paulo -> Munique, Alemanha

Companhia Aérea: Lufthansa
Cidade de Partida: São Paulo
Cidade Destino: Munique
Distância: 9.800 km
Tempo de Viagem: 11h50
Número de Escalas: Nenhuma; vôo direto


10. São Paulo -> Los Angeles, Estados Unidos

Companhia Aérea: Korean Airlines e American Airlines
Cidade de Partida: São Paulo
Cidade Destino: Los Angeles
Distância: 9.900 km
Tempo de Viagem: 12h20
Número de Escalas: Nenhuma; vôo direto


9. São Paulo -> Istanbul, Turquia

Companhia Aérea: Turkish Airlines
Cidade de Partida: São Paulo
Cidade Destino: Istanbul
Distância: 10.500 km
Tempo de Viagem: 12h30
Número de Escalas: Nenhuma; vôo direto


8. São Paulo -> Doha, Catar

Companhia Aérea: Qatar Airlines
Cidade de Partida: São Paulo
Cidade Destino: Doha
Distância: 11.800 km
Tempo de Viagem: 13h35
Número de Escalas: Nenhuma; vôo direto


7. Rio de Janeiro -> Dubai, Emirados Árabes

Companhia Aérea: Emirates Airlines
Cidade de Partida: Rio de Janeiro
Cidade Destino: Dubai
Distância: 11.800 km
Tempo de Viagem: 14h00
Número de Escalas: Nenhuma; vôo direto


6. São Paulo -> Dubai, Emirados Árabes

Companhia Aérea: Emirates Airlines
Cidade de Partida: São Paulo
Cidade Destino: Dubai
Distância: 12.200 km
Tempo de Viagem: 14h30
Número de Escalas: Nenhuma; vôo direto


5. São Paulo -> Addis Abeba, Etiópia

Companhia Aérea: Korean Airlines
Cidade de Partida: São Paulo
Cidade Destino: Addis Abeba
Distância: 9.900 km
Tempo de Viagem: 14h45
Número de Escalas: 1


4. São Paulo -> Abu Dhabi, Emirados Árabes

Companhia Aérea: Etihad Airlines
Cidade de Partida: São Paulo
Cidade Destino: Abu Dhabi
Distância: 12.100 km
Tempo de Viagem: 14h45
Número de Escalas: Nenhuma; vôo direto


3. São Paulo -> Pequim, China

Companhia Aérea: Air China
Cidade de Partida: São Paulo
Cidade Destino: Pequim
Distância: 17.500 km
Tempo de Viagem: 23h50
Número de Escalas: 1


2. São Paulo -> Cidade de Cingapura, Cingapura

Companhia Aérea: Singapore Airlines
Cidade de Partida: São Paulo
Cidade Destino: Cidade de Cingapura
Distância: 15.900 km
Tempo de Viagem: 24h35
Número de Escalas: 1


1. São Paulo -> Seul, Coréia do Sul

Companhia Aérea: Korean Airlines
Cidade de Partida: São Paulo
Cidade Destino: Seul
Distância: 18.300 km
Tempo de Viagem: 27h40
Número de Escalas: 1


 

Informações baseadas em pesquisa técnica feito pelo PANROTAS


Tantas viagens internacionais, dá até uma vontade de fazer as malas e embarcar ainda hoje, não é?
E se você pudesse durante uma semana receber excelentes conteúdos GRATUITOS online sobre como acumular milhas de forma bem rápida e viajar de graça?

Para ajudar pessoas como você, estou realizando o maior evento online sobre o assunto: a 2ª semana das Milhas Aéreas. Nesse evento 100% gratuito e online, estou compartilhando conteúdos que vão te ajudar a reduzir o custo de sua viagem, e acelerar seu acúmulo de Milhas Aéreas.

Não importa a sua idade, se tem cartão de crédito ou não, o método funciona para você, e é 100% gratuito.

Para aproveitar o final da Semana das Milhas Aéreas e ainda receber esses conteúdos no seu email, clique aqui!

Comece hoje mesmo a economizar nos seus custos de viagem.

Suas férias nunca mais serão as mesmas!

E boa viagem!

Viagem de graça para o Brasil e exterior?

“Nada é de graça nesse mundo!”

Essa frase já dizia o meu vô. E ele tem razão no que diz. Isso se aplica para quase tudo. Veja bem que eu disse QUASE tudo.

Agora e seu eu te disser que existem formas de você viajar de graça dentro do Brasil e fora dele, você vai acreditar?

Nada mais de gastar todas suas economias com viagens. Conheça formas fáceis, simples e práticas de viajar de graça.

Vamos lá?


1. Aviões da Força Aérea Brasileira

Já imaginou como deve ser um militar, político ou familiar e poder voar com os aviões da Força Aérea Brasileira, de graça?

Pode parar de imaginar então. Você sabia que você também pode viajar sem pagar nem um centavo? Sim, é isso mesmo que você ouviu! Viajar para qualquer lugar em território nacional de graça.

Como funciona, você deve estar se perguntando. Todos os dias, aviões da Força Aérea Brasileira de todos os portes, viajam pelo território nacional. Como nunca estão 100% cheios, os assentos vagos podem ser usados por todos os cidadãos brasileiros (sim, nós mesmos!).

O que você precisa fazer é ligar para a unidade da sua cidade, ou da cidade mais próxima e fazer a requisição do destino que você quer.  Veja a lista de contatos das unidades, clicando aqui.

Você não consegue nenhuma garantia que terá uma vaga. Em média, quando existem vagas, elas surgem em duas semanas, mas existe o risco de ser avisado de última hora (algo como: você tem 30 minutos para embarcar).

Não é tão fácil, mas vale a dica!


2. Aproveitar o Overbooking

Assim como em qualquer viagem, nas viagens aéreas sempre existem pessoas que não aparecem para os seus vôos. Essa número chega a 20% dos passageiros em alguns casos. Para evitar esse prejuízo, as empresas aéreas praticam o overbooking, que nada mais é do que vender mais passagens do que vagas do avião.

A prática é legal e regulamentada em alguns países da Europa e Estados Unidos. Apesar de ilegal e não regulamentada no Brasil, existem muitos casos que acontecem por aqui.

Aí você me pergunta: Tá, e o que isso tem a ver com viajar de graça? Além de te pagar despesas de hotel, alimentação e transporte do aeroporto para um hotel, até seu próximo vôo, eles costumam te oferecer um voucher (um vale passagem) para que você possa fazer um vôo de graça no futuro.

Apesar do valor do voucher variar muito, normalmente é pelo menos o valor do vôo que você sofreu com o overbooking. Quando mais lotado o vôo maior o valor do voucher. Outra opção é ganhar um upgrade na sua passagem, ou seja, se estiver de viagem na categoria econômica, ganhar um bilhete para a executiva.

Não temos como garantir que você vai estar em um vôo com overbooking. Mas alguns algumas dicas para aproveitar os vôos que isso acontece com mais frequência estão a seguir:

Escolha horários mais concorridos – Os horários chave são domingos à tarde, dias da semana pela manhã, entre 07h e 09h, e no final da tarde, entre 15h e 19h, feriados e qualquer outro evento que faça com que os vôos lotem.

Chegue com antecedência do horário do vôo no aeroporto

Ser Voluntario– Você só ganha o benefício quando eles pedem por voluntários para mudança de vôo. No momento do check in você pode se informar se o vôo está cheio, e já se voluntariar para, caso haja overbooking, viajar no próximo vôo se eles te compensarem com um voucher.

Apesar de uma prática que depende um pouco da sorte é uma possibilidade interessante de se considerar.


3. Familiares e Amigos da tripulação

Não sei se você já ouviu falar a respeito, mas amigos e familiares de pessoas da tripulação, muitas vezes conseguem viajar de graça, ou pagando um preço bem abaixo do mercado (apenas taxas e impostos).

Essa opção não te dá garantia nenhuma de vaga. Tem de haver um vôo com um assento sobrando, e você só terá certeza do embarque minutos antes de fechar as portas do avião. Mas pelo preço, é uma ótima opção!

Comece a rever sua genealogia, e sua rede de contatos para já aproveitar dessa oportunidade na sua próxima viagem!


 4. Milhas Aéreas

Dentre todas as formas de viajar de graça, acumular milhas é a mais difundida. E por uma boa razão: é a forma mais garantida e replicável de viajar para qualquer lugar do mundo, sem restrições, aproveitando as diversas formas possíveis de se acumular milhas aéreas.

Esse é um tema que podemos publicar diversos livros a respeito, mas de forma geral existem algumas formas de se acumular milhas aéreas:

Viajando – Sim, é a forma mais conhecida. Ao fazer qualquer viagem de avião, tenha seu cadastro no programa de milhas da companhia ou de seus parceiros, e já ganhe milhas aéreas.

Compras no cartão de crédito – Alguns cartões de crédito tem parcerias com alguns programas de benefícios de empresas aéreas. Ao fazer compras usando o mesmo você acumula em milhas do programa. Em outras palavras, fazendo as suas compras do mês normais, você pode acumular pontos, e viajar de graça no futuro.

Outros sites parceiros – Existem diversos outros parceiros que oferecem milhas quando você usa seu produto ou serviço. Desde postagens no TripAdvisor até fazer exercício pelo programa Mova Mais, fique de olho nessas parcerias para acumular milhas aéreas.


5. Trabalhando em um Barco

Essa opção é bem interessante: Todos os barcos precisam de uma tripulação. Independente de ser um iate, veleiro, cargueiro, ou cruzeiro, eles precisam de pessoas trabalhando a bordo. Se você tem interesse em trabalhar em um barco, é uma ótima opção de viagem.

O trabalho é feito em turnos. E durante a viagem os barcos param nos portos por algum período. Nos seus dias de folga, você poderia tranquilamente sair do barco e aproveitar a cidade até que tenha que voltar ao trabalho.

O melhor é que além de não pagar, você ainda recebe um salário para fazer a viagem. Normalmente é exigido pelo menos o inglês fluente.

Se tiver interesse, veja em agências como a Work at Sea e Sun&Sea, que mediam a seleção da tripulação. Essas duas, por exemplo, oferecem de 150 a 180 vagas por mês.


Dentre todas as opções, a mais garantida e confiável é o uso das milhas aéreas.
E se você pudesse durante uma semana receber excelentes conteúdos GRATUITOS online sobre como acumular milhas de forma bem rápida e viajar de graça?

Para ajudar pessoas como você, estou realizando o maior evento online sobre o assunto: a 2ª semana das Milhas Aéreas. Nesse evento 100% gratuito e online, vou compartilhar conteúdos que vão te ajudar a reduzir o custo de sua viagem, e acelerar seu acúmulo de Milhas Aéreas.

Não importa a sua idade, se tem cartão de crédito ou não, o método funciona para você, e é 100% gratuito.

Para receber esses conteúdos no seu email, clique aqui!

Comece hoje mesmo a economizar nos seus custos de viagem.

Suas férias nunca mais serão as mesmas!

E boa viagem!


 

10 melhores atrações para visitar em Paris

“Torre Eiffel e …, é verdade, o que posso fazer em Paris?”

Não pense que essa é uma dúvida incomum. Muitas pessoas vão viajar, ou estão planejando a viagem à cidade luz e não tem idéia de quais programas e atrações valem a visita.

Então, para poupar seu tempo, e proporcionar uma viagem sensacional para você, eu fiz a lição de casa e vou te enviar:

Conheça as principais atrações de Paris que você não pode perder nem por decreto!

Êtes vous prêt? (Está pronto?)

 


1. Torre Eiffel

É impossível falar de Paris sem citar a Torre Eiffel. Quando a palavra França é falada esse monumento é uma das primeiras coisas que vem à mente.

Ela foi construída em 1889 para uma Exibição Mundial. Ou seja, não era plano que ela fosse um monumento fixo, mas temporário. Depois de muitas discussões acabou ficando e se tornando a referência que é, e o cartão postal mais famoso de lá.

Ela tem 3 andares, mas a visão mais linda e romântica é do topo do monumento. Subindo os 320m de elevador vão te dar a melhor vista que Paris pode te oferecer, de longe. Principalmente se for no final do dia.

Com certeza vão ser um dos 17 EUR mais bem gastos na sua viagem. Para subir ao topo você precisa fazer sua reserva ao comprar o ingresso, que podem ser feitos aqui.


2. Catedral de Notre Dame

É praticamente impossível você não ter visto na sua infância o personagem desajeitado da Disney que morava em uma igreja, o Corcunda de Notre Dame.

Apesar de não existir nenhum Corcunda cuidando dos sinos por lá, a Catedral de Notre Dame é um lugar que merece sua visita.  É considerada pelos parisienses e turistas como uma das 10 atrações da cidade, e a mais visitada da cidade (sim, mais do que a Torre Eiffel).

A Catedral é imensa. Dentro você tem muita coisa para ver. Desde a arquitetura até as vistas das torres. Por fora tem diversos detalhes interessantes, alguns dos quais você já viu no próprio desenho da Disney.

Para conhecer mesmo o monumento eles oferecem visitas guiadas com duração de 1h30, às quartas ao 12h, quintas às 14h e Sábados às 14h30.

E o melhor: é gratuito! Volte a seu tempo de criança e conheça a Catedral onde Quasimodo vivia. Mais do que recomendado.


3. Passeio no Rio Sena

Se você pensa que Veneza é o único lugar na Europa onde você pode aproveitar um passeio em um barco está redondamente enganado. Se alguém te disser isso é porque não conhece o Rio Sena.

Com certeza você vai aproveitar a cidade luz e conhecer diversos monumentos e pontos turísticos. Mas não há nada como ver todos esse pontos de uma nova perspectiva.

Entre nesse cruseiro nas águas do Rio Sena, e por 1h veja ângulos de Paris que você nem imaginou. Com um preço de 12 EUR tem um ótimo custo-benefício. Além disso é um ótimo lugar para trocar suas experiências e conhecer pessoas de todo o mundo.


 4. Arco do Triunfo

Mais um dos cartões postais da cidade, uma das atrações mais visitadas de toda Paris e o maior Arco Triunfal do mundo. Inspirado no Arco Romano de Titus, o Arco do Triunfo fica na rotatória mais movimentada também do mundo.

Quando estiver dando uma passadinha pela Praça Charles de Gaulle, vale conhecer o monumento construído na época de Napoleão, em 1836.

Com tanta relevância internacional não precisa de muito mais para te convencer a dar uma passadinha por lá.

Tanto por dentro como por fora, o monumento promete um aula de cultura e claro ótimas paisagens para bombar suas redes sociasi com fotos lindas.


5. Champs-Élisées

 

A Avenida Champs-Élisées, ou Campos Elísios, é daqueles lugares que se você não visitar é como se você não tivesse ido á Paris. Seu nome vem do grego e seria na mitologia o local onde almas felizes vivem.

É com certeza uma das ruas mais conhecidas de todo o mundo. Por lá você vai encontrar muito movimentação e um pouco de tudo, além do trânsito intenso e dos restaurantes fast-food. Marcas de luxo famosas, como Louis Vitton e Cartier tem lojas por lá. Você também encontra cinemas, cafés, Bistrôs, entre outras opções.

Se tem um lugar que parece que não dorme na cidade, com certeza seria essa Avenida. As lojas ficam abertas até tarde, e até no domingo, o que não é comum no país.

Eventos importantes também acontecem por lá, como as Paradas no dia da Bastilha e o dia do Armistício, e a o início da última etapa da corrida de Bicicletas, o Tour de France.

Por essa e por outras, adicione na sua lista de lugares para visitar por lá!


6. Palácio de Versailles

O Palácio de Versailles traz aquela lembrança das aulas de história do colegial. Foi por lá que o Rei Luís XIV construiu um dos palácios mais incríveis que o mundo já viu.

Apesar de não ficar em Paris, mas na cidade de Versalhes a 30 min de Paris vale mencionar por aqui! O palácio é gigante, e está dividido em diversos prédios e um jardim lindo.

Se você acha que já viu algo luxuoso, precisa conhecer o lugar. Não tem como não imaginar como era a vida da família real em um lugar tão gigante. O custo do ingresso está em 15 EUR, mas é possível visitar gratuitamente no primeiro domingo dos meses de Novembro até Março.

Faça uma visita e conheça uma das poucas casas de monarcas que você consegue visitar todos os cômodos.


7. Museu do Louvre

Quem não é fã de arte e não conhecia o Museu com certeza passou a conhecer depois de ler ou assistir a obra “O Código Da Vinci”, onde o personagem principal fez uma visita por lá.

O Museu do Louvre, que está na lista de top 10 atrações de Paris, é o maior museu de arte do mundo e onde você vai encontrar grandes coleções. Entre mais de 30.000 obras, você vai encontrar algumas como a Mona Lista e a Venus de Milo.

O interessante é que ele foi construído para ser um forte para uso pessoal do Rei em casos de invasões e problemas relacionados. Somente em 1793 após a Revolução Francesa que o Louvre virou um Museu.

Como o museu ao todo tem quase 1km de extensão (isso mesmo), é importante planejar o que você quer ver por lá, e evitar seguir a multidão e sair desapontado.

Além da Monalisa e a Venus de Milo, você encontrará algumas obras de Michelangelo e Raphael, além de tesouros antigos como o Código de Hammurabi. Claro que a fila é um dos pontos fracos do lugar. Mais a espera vale a pena, mesmo se não apreciar tanto assim a arte!


8. Jardins de Luxemburgo

Se visitar todos esses pontos turísticos for desgastante e você quiser aproveitar um lugar mais tranquilo para recarregar as energias, você precisa conhecer os Jardins de Luxemburgo.

Esse imenso Jardim de 23 hectares tem no seu centro o Palácio de Luxemburgo, que já na história já foi usado para diversas funções, como receber o Senado Francês. Inclusive se você tiver interesse é possível fazer uma visita guiada ao Palácio diariamente as 10h30, mas é preciso agendar.

De qualquer forma, enquanto você tiver no Jardim, Paris de repente não parece mais aquela cidade movimentada que é. Se o que você precisa é ver diversas estátuas e área verde para relaxar ou aproveitar para tirar umas boas fotos, o Jardim te espera.


9. Moulin Rouge

Quem nunca ouviu falar de Moulin Rouge. Com uma divulgação massiva de Hollywood, no filme que leva o mesmo nome, pessoas de todo o mundo sabem do que se trata.

O nome desse cabaré significa Moinho Vermelho, o que explica sua estrutura.  O lugar abriu para ser uma sala de concertos, passou a ser conhecida pelas mulheres com grandes decotes e pernas a mostra em roupas luxuosas.Foi por lá que a famosa dança Can Can teve origem. Entre todos os cabarés da região é o mais famoso.

Com o tempo a imagem de lugar vulgar mudou, atraindo pessoas mais finas para lá. Sendo assim, já te aviso que o ingresso para ver um show por lá é CARÍSSIMO! Entrar lá significa deixar pelo menos R$ 650,00 na porta.

Caso assistir um espetáculo lá não seja seu sonho, ainda assim vale passar por lá e conhecer o prédio e tirar fotos do lado de fora. Aproveite que fotos não custam nada!


10. Showcase

 

Já que visitar o Moulin Rouge é uma opção muito salgada, vou te indicar uma opção noturna alternativa: Se você gosta de techno, hip hip, house, ou música eletrônica no geral, você tem uma opção: o Clube Showcase.

Assim como o Moulin Rouge, é uma das maiores e mais famosas casas noturnas de toda Paris. Eles oferecem um misto entre diversos DJs Internacionais e os melhores artistas locais para embalar a noite de parisienses e turistas.

O melhor é que o preço não parece, nem de longe, com o do Moulin Rouge: uma noite normal você pagará em média de 15 EUR para entrar.

Se esse é o seu gosto, aproveite a noite de Paris no Showcase.


Enquanto revisava esse artigo, me lembrei do Thiago.

Esse engenheiro, que trabalha em uma multinacional tinha um objetivo: realizar o sonho da sua mãe: visitar Paris.

Para driblar a limitação financeira ele pesquisou e conheceu a Semana das Milhas Aéreas e começou a seguir as dicas de como acumular milhas aéreas.

Em apenas 2 meses ele já tinha a milhagem suficiente para a viagem. Em 3 meses já conseguiu estender a viagem para a Itália e Praga, deixar a mãe realizada em conhecer a cultura e arte de todos esses lugares.

Já imaginou a sensação de realizar seu sonho e de quem você ama?

Conheça melhor a história dele e saiba o que ele fez para tornar o sonho da sua mãe realidade, clicando aqui!

10 Melhores destinos para sua lua de mel

“Eu os declaro Marido e Mulher!”

Após ouvir essas palavras, uma das coisas que não saem da cabeça dos recém-casados é a lua de mel.

Sim, esse momento romântico do casamento onde os noivos vão desfrutar bem longe da família, com privacidade!

Mas para onde ir? Com tantas opções fica difícil decidir, não é mesmo?

Para te ajudar, escolhi os melhores destinos para sua lua de mel. Assim você vai ter uma coisa a menos com que se preocupar!


1. Santorini, Grécia

A Grécia tem muitas opções sensacionais de destinos lindos, como Atenas, Acrópolis, Creta, ou Aegina. Porém se você quer uma experiência única de lua de mel não tem como não ir para Santorini.

A ilha de Santorini fica localizada no meio do Mar Egeu, e está localizada em cima dos detritos de um vulcão gigante. A primeira coisa que chama a atenção por lá é o contraste entre os prédios brancos e as águas azuis cristalinas ao fundo.

Se apaixone tudo de novo com as vistas de tirar o fôlego. Curta o mar durante o dia e aproveite um dos melhores pores do sol no final da tarde e tenha uma lua de mal de dar inveja.


2. Hawaii, Estados Unidos

O local já foi escolhido muitas vezes como um dos melhores lugares no mundo para a lua de mel. O lugar que exibe uma natureza única, com vulcões, diversas praias lindas, cachoeiras e regiões mais remotas, garantindo uma experiência excepcional para seu momento.

Você pode visitar as diversas ilhas, como Maui, Kauai, Hawaii, Molokai e Lanai, com uma gama de diferentes ambientes para explorar.

É quase impossível errar na escolha indo ao Hawaii. Coloque seu colar de flores, sua roupa de praia, e vá treinando seu Hula-Hula ao som de uma música no Ukelele, pois sua lua de mel vai ser um sonho.


3. Ilhas Fiji

Não seria um erro chamar as ilhas Fiji de Jardim do Éden moderno. Cada canto da ilha vai te encher de felicidade, serenidade e romance, claro.

Além das atividades aquáticas de snorkel e mergulho, já famosas, você consegue aproveitar nascentes de rio termais, uma grande variedade de fauna e flora que vão acabar com a sua memória para fotos, e claro, praias belíssimas.

Tá aí um bom motivo para cruzar o mundo e passar sua lua de mel no Pacífico Sul!


 4. Vieques, Porto Rico

Vieques é considerada uma ilha secreta de Porto Rico. Diferente de San Juan, destino mais comum no país, por lá você não encontra os hotéis caríssimos, muito menos os grupos gigantes de turistas em festa.

Isso significa que você vai ter praias lindíssimas só para vocês nesse refúgio natural. E durante a noite você ainda pode aproveitar um passeio de Kayak em uma Baía Luminescente, onde microrganismos brilhantes “acendem” na água, dando um efeito único.

Eu já falei que o pôr do sol por lá é lindo? Enfim, vários motivos para conhecer essa beleza de lugar durante sua lua de mel.


5. Anguilla, Caribe

Anguilla é uma região dos sonhos para você se estiver buscando uma vibe Caribenha sem praias cheias de turistas.

Assim como conhecemos o Caribe, você pode esperar de lá praias de areia, águas azuis cristalinas, uma natureza impressionante e um sol brilhante fazem qualquer casal pirar.

A região também tem muitas praias privadas, e você pode encontrar em todas as épocas do ano diversas celebridades fazendo uma visita à região!

Já imaginou aproveitar sua lua de mel, e de quebra conhecer seu artista preferido?

Tudo é possível por lá!


6. Tahiti

 

O Tahiti como um todo é um belo paraíso. Parece até que foi criado especialmente para casais e recém-casados em lua de mel.

A região tem mais de 118 ilhas maravilhosas e destinos como Moorea e Bora Bora. Desde praias lindas, e românticos bugaloos embaixo dágua, vão fazer você ficar vagando o dia todo no seu bikini e sunga para aproveitar tudo. A região também tem muitas praias boas para surfe e regiões montanhosas para trilhas.

Se tudo isso não bastasse, comparado com outras regiões comuns para lua de mel, o país tem um custo relativamente mais baixo.

Convencido agora?


 

7. Tunísia

Se o que você está procurando for algo além dos destinos comuns de lua de mel que tem pelo menos uma praia por perto, você tem de considerar o deserto da Tunísia como uma opção para uma experiência simples e rejuvenescedora.

Caminhe pelo deserto, conheça as dunas douradas que somente a região pode oferecer, e veja um céu à noite como você nunca conseguiu ver no meio da cidade. Não há nada mais romântico do que se deitar com seu amado observando as estrelas não é?

 


8. Las Vegas, Estados Unidos

Se esses destinos mais clichês não chamam sua atenção, e você gosta mesmo de adrenalina, de um lugar bem movimentado, então Las Vegas é o seu destino não tão convencional para a lua de mel.

A cidade já está nos nossos imaginários por causa dos filmes de Hollywood não é mesmo? Casinos, vida noturna, charme, são alguns dos pontos fortes.

Você vai encontrar de tudo para todos os gostos: uma performance musical, ou teatral, restaurantes de ponta, spas, lugares para compras, ou até umas apostas de leve nos Cassinos (eu disse DE LEVE).

Além disso, lembre-se que por estar no deserto, você também tem opções para aproveitar beleza natural, como o próprio Grand Canyon. Se o que vocês querem é estimulação Las Vegas é a opção!

 


9. Spitsbergen, Noruega

Sempre que ouvimos falar de destinos para lua de mel, água e sol estão por lá. Porém, se você quer uma experiência diferente que não envolva esse clichê, você precisa conhecer Spitsbergen.

A ilha, que é a maior do Arquipelago Svalbard e a única que está tem pessoas morando o ano todo, fica entre a região continental do país e o Pólo Norte e traz mesmo a sensação de estar no “fim do mundo”.

Por lá você pode fazer aqueles passeios com cachorros puxando seu trenó, ver ursos polares caminhando, montanhas cobertas com gelo que enriquecem a paisagem, além é claro, de presenciar ao vivo uma Aurora Boreal, aquelas luzes coloridas no céu.

Não convencional mas interessante, não é mesmo?


 

10. Bali, Indonésia

Saindo um pouco do ciclo de Europa e América, vamos para a Ásia; mais especificamente, Indonésia!

Se você nunca ouviu falar muito do país, pode estar se questionando sobre essa sugestão. Mas não deixe isso ficar entre você e um dos lugares mais lindos e românticos para sua lua de mel:

Com uma cultura muito amigável, arquitetura interessantíssima, e praias lidas, com uma das areias mais brancas que você já viu na vida, e uma atmosfera de tranquilidade e prazer, bem vindo a Bali.

Entre visitas à praia, e um pouco de surfe, visitas a lagoas, vulcões, cenas culturas, shows de dança tradicionais e diversos templos, Bali é uma das opções mais versáteis. Um lugar para todo o gosto.

Se quiser aproveitar ao máximo sua lua de mel e estar em um local tão rico, aproveite a temporada quente nos primeiros e últimos meses do ano e tenha uma celebração de dar inveja a qualquer casal.


Por acaso acabei de me lembrar do Paulo Vinicius.

Ele gostava muito de viajar, inclusive havia feito um mochilão pelo Peru e Bolivia. Com os custos sempre muito altos de passagem, tinha que planejar com muita antecedência suas viagens.

Então ele pediu sua namorada em casamento, e começou a pensar na lua de mel. Assim ele conheceu a Semana das Milhas Aéres, e conseguiu acumular 300 mil milhas em 1 mês e nunca mais gastou nem um centavo com passagens aéreas!

Já imaginou adicionar mais aventura na sua vida e fazer a próxima viagem sem gastar com a passagem?

Conheça melhor a história do Paulo Vinícius, clicando aqui!

20 Festivais de música para ir antes de morrer

“Meu sonho é ir no show do ___________(nome da banda / artista)”

Sim, você não é o único apaixonado por música. Porém sabemos que nem sempre você vai conseguir assistir todos os seus artistas preferidos por aqui!

Agora, se você ama a música e é fã de algumas bandas específicas, vale o esforcinho.

Vamos então unir o útil ao agradável: Viajar e curtir boa música.

Nesse clima, vou te mostrar quais são os festivais de música que você tem que ir antes de morrer!

Vamos lá:


1. Primavera Sounds

Onde: Barcelona, Espanha
Quando: Maio / Junho
Duração: 3 dias
Número de pessoas: 175.000 (última edição)

O Primavera Sounds é um festival que teve início em 2001, buscando lançar e divulgar a cena independente da música. Porém, costumam trazer também bandas e DJs prestigiados, seja nos estilos Rock, Pop ou Eletrônico.

Nesse período do ano o clima está excelente na cidade, o que favorece bastante a experiência.

Se você gosta do clima espanhol, quer conhecer uma cena mais alternativa (indie), ou tem uma banda e gostaria de fazer parte do show, essa é a sua opção.

Mais informações visite o website do evento.


2. Glastonbury

Onde: Somerset, no Reino Unido
Quando: Junho
Duração: 5 dias
Número de pessoas: 175.000 (última edição)

O Glastonbury, também conhecido como Glasto é um dos mais famosos do mundo, e um daqueles que qualquer frequentador de festivais tem por objetivo ir pelo menos uma vez. É um dos mais antigos, que tem suas origens em 1970. Também é o maior do mundo realizado em espaços abertos.

O Festival tem como repertório uma gama muito ampla de variedades. Por lá você vai encontrar shows, atrações de dança, humor, circo, cabaré, teatro, entre diversos outros e por isso é indicado para qualquer pessoa, independente do seu gosto musical.

Mais informações visite o website do evento.


3. Coachella

Onde: Indio, California, nos Estados Unidos
Quando: Dois finais de semana no mês de Abril
Duração: 3 dias
Número de pessoas: 198.000 (última edição)

O Coachella é muitas vezes comparado a um avivamento do Woodstock, famoso festival que tomou revolucionou o movimento musical e artístico de contra-cultura nos final dos anos 60. Teve seu início em 1999. Ele acontece no meio do deserto.

Sua característica é o clima alternativo, com uma leve vibe hippie. Itens comuns são tiaras com flores e glitter corporal, dando o misto com bandas de ponta. Com estilos que vão desde o rock, indie, hip hop, músicas eletrônicas, também conta com outras formas de arte como instalações artísticas e esculturas.

Se você quer ir à um festival que é hoje um dos maiores, mais famosos, no deserto, com um número muito grande de celebridades de Hollywood, e com bandas muito famosas, essa é sua escolha.

Mais informações visite o website do evento.


 4. Tomorrowland

Onde: Boom, Bélgica
Quando: Julho
Duração: 3 dias
Número de pessoas: 180.000 (última edição)

O Tomorrowland é um evento famoso pelo mundo. Sua primeira edição aconteceu em 2005, e sua primeira edição fora de Bélgica foi em 2015, exatamente aqui no Brasil. Se ouvimos opiniões sensacionais sobre a edição tupi-guarani, imagine como deve ser o original?

O festival é, de longe, o maior de música eletrônica do mundo, a EDM. Apesar disso, recebeu grandes nomes de Electro, outro estilo. É também um dos maiores festivais de música mundial.

Recomendado se você gosta de música eletrônica e do clima de festivais.

Mais informações visite o website do evento.


5. Festival Internacional de Benicassim

Onde: Barcelona, Espanha
Quando: Julho
Duração: 4 dias
Número de pessoas: 50.000 (última edição)

O Festival Internacional de Benicassim, com razão, ganhou sua reputação como um dos festivais de música mais importantes da Europa.

Ele acontece desde em 1995, na cidade de Barcelona, que por si só já diz muito. Há muito para aproveitar do ponto de vista turístico. Como o clima local é muito quente, os shows só acontecem de noite, o que traz outro charme para o evento.

É recomendado para pessoas que tenham um gosto musical bem diverso, que vá desde alternativo (indie) à música eletrônica.

Mais informações visite o website do evento.


6. Sunburn

Onde: Vagator, Goa, na Índia
Quando: Dezembro
Duração: 4 dias
Número de pessoas: 350.000 (última edição)

Esse evento que acontece na Índia desde 2007, é um dos maiores festivais de música da Ásia. Os amantes de musica eletrônica têm esse Festival na sua lista de eventos para ir antes de morrer.

É o local ideal para você se além de gostar do estilo quiser ter a experiência cultural  de viajar para Goa, e aproveitar esse misto de música, sol, entretenimento e comida única. Sem dúvida nenhuma é um dos festivais de música mais excepcionais do mundo.

Mais informações visite o website do evento.


7. Festival de Rock Fuji

Onde: Resort de Ski Naeba, Japão
Quando: Maio
Duração: 3 dias
Número de pessoas: 100.000 (última edição)

Caso você goste de Rock e já estava desistindo de seguir na lista, pode esperar e conhecer esse evento Japonês! Quantas vezes você ficou sabendo de um show que fosse necessário subir uma montanha em um teleférico para entrar? E se essa montanha fosse o famoso Monte Fuji? Bem vindo ao Festival de Rock Fuji.

O evento, que teve sua primeira edição em 1997, une o Rock´n´Roll como uma paisagem de um resort de ski no alto do Monte.

Então o festival não é só a música, mas a experiência que você pode ter por lá. Em 2011 foi cancelado devido aos terremotos e tsunamis que destruíram o Japão no mês de março. Porém, o evento foi retomado e está de portas abertas a turistas do mundo inteiro!.

Com um lineup forte é um evento obrigatório para fans de Rock que queiram ter uma experiência totalmente diferente de show!

Mais informações visite o website do evento.


8. Lovebox

Onde: Parque Victoria, Londres
Quando: Julho
Duração: 2 dias
Número de pessoas: 50.000 (última edição)

O Lovebox é um dos festivais mais novos da lista, tendo início em 2002. Apesar disso já deixou sua marca no cenário de música eletrônica mundial, e promete aumentar em popularidade e status nos próximos anos.

É um festival excêntrico, marcado por Electro e Hip-Hop, que trouxe diversas inovações, como mesas de ping pong, roller disco (dançar com patins de 4 rodas), além de permitir que os participantes descansem nos seus hotéis no final da noite, por acontecer durante o dia.

Sendo assim, se você for fan dos estilos musicais que toca, gosta de novas experiências, e não se interessa tanto do aspecto de acampamento que é característica da maioria dos festivais, é uma ótima opção!

Mais informações visite o website do evento.


9. Hideout

Onde: Novalja, Croácia
Quando: Junho
Duração: 5 dias
Número de pessoas: 10.000 (última edição)

O Hideout acontece em uma ilha logo ao lado da costa Croata, explicando o por que do nome (que em inglês é esconderijo). Apesar de ter seu início somente em 2011, já tem a reputação de ser uma dos maiores e mais conceituados de música eletrônica da Europa.

É impossível falar de atrações de verão por lá sem citar o evento. Isso era de se esperar quando você tem a sua disposição excentricidades como piscinas e festas em barcos, junto às atrações de tirar o fôlego.

Portanto, se além de gostar de música eletrônica, você gosta da idéia de curtir o dia todo de festa em belas praias croatas, sua visita é obrigatória!

Mais informações visite o website do evento.


10. Reading and Leeds

Onde: Cidades de Reading and Leeds, Reino Unido
Quando: Agosto
Duração: 3 dias
Número de pessoas: 162.000 (87.000 em Reading e 75.000 em Leeds)

Essas cidades Britânicas, apesar de um pouco afastadas, recebem esse par de festivais simultâneos já a um bom tempo. A primeira edição aconteceu em 1961, ainda com outro nome. Porém somente em 1999 que a cidade de Leeds passou a receber bandas e fãs.

O que iniciou como um festival de rock, tendo recebido grandes nomes do rock mundial, como Nirvana, Pink Floyd, Metallica e Rolling Stones, acabou se diversificando e ampliando o repertório. Hoje você pode ouvir música eletrônica, até alguns comediantes para fazerem parte do evento.

Por ter tantas atrações diferentes, acaba atraindo uma das audiências mais diversas, que juntas acabam formando uma atmosfera muito amigável.

Por ser um dos festivais da lista que tem o povo mais jovem participando é perfeito para você como uma primeira experiência em um festival.

Mais informações visite o website do evento.


11. RedFest DXB

Onde: Anfiteatro do Dubai Media City, Dubai
Quando: Fevereiro
Duração: 2 dias
Número de pessoas: 12.000 (última edição)

O RedFest DXB, é o mais novo da lista. Ele teve sua primeira edição em 2014. Mesmo tendo apenas 2 dias,bfoi nomeado o melhor festival de música de todo o Oriente Médio pelos críticos.

Como ele é mais curto e apresenta atrações durante o dia, ele é um dos poucos que não exige que se acampe no local.

Portanto, se você está interessado em música pop, gosta de cultura e da região de Dubai este a sua atração. Excelente para principiantes na ida a festivais.

Mais informações visite o website do evento.


12. South By Southwest (SXSW)

Onde: Austin, Texas, nos Estados Unidos
Quando: Junho
Duração: 6 dias
Número de pessoas: 30.000 (última edição)

Também muito conhecido pelo seu apelido, SXSW, é um dos mais antigos do mundo. Sua primeira edição foi em 1987. Ele é o festival mais amplo do estilo em todo o mundo: teve mais de 2.200 shows em 2015.

É um festival que abre espaço para bandas não muito famosas participarem. O evento também conta com outras atrações nas áreas de música, cinema e tecnologia: além do festival de música, ocorrem conferências sobre os temas de música, cinema e tecnologia para profissionais da área e curiosos. Assim, não só os fãs, mas quem quer seguir carreira na área, produtores, agentes, cinegrafistas, e outros, também podem aproveitar o evento.

Tamanha a importância do evento que o presidente Obama estará presente na abertura da edição de 2016.

Como era de se esperar em um evento dessa dimensão e foco, você vai encontrar um pouco de tudo por lá: hip hip, rap, pop, rock, música eletrônica, entre outros. Com o grande número de eventos simultâneos e dias de evento, é quase impossível não sair de lá com uma lista de bandas para adicionar nas suas playlists.

Se você é um fã de música, mas também blogueiro, trabalha com marketing ou Relações Públicas, vai encontrar diversas oportunidades profissionais além da diversão. Quem disse que não dá pra unir o trabalho com o lazer?

Mais informações visite o website do evento.


13. Ultra Music Festival

Onde: Bayfront Park, Miami, nos Estados Unidos
Quando: Março
Duração: 3 dias
Número de pessoas: 50.000 (última edição)

Festival de música eletrônica, que acontece em Miami? Sim, esse é o Ultra Music Festival. O festival surgiu em 1999. A edição principal acontece em Miami, mas ele já tem versões do evento em todas as regiões do mundo, exceto a Antártida:

América
São Paulo (Brasil), Buenos Aires (Argentina), Santiago (Chile), Bogotá (Colômbia), Assunción (Paraguai).

Africa
Joanesburgo (África do Sul)

Europa
Ibiza (Espanha), Split (Croácia), Hvar (Croácia)

Ásia

Seul (Coréia do Sul), Tokyo (Japão)

Pelo número de eventos no mundo você consegue ter uma noção da importância e relevância desse festival. O estilo de musicas que predomina por lá é o eletrônico (EDM), trazendo os DJs mais famosos e que embalam qualquer festa.

Muitas pessoas dizem que o Ultra é o melhor festival que já foram em toda sua vida. Se ele é tudo isso mesmo ou não só há um jeito de saber. Mas imagine que com uma presença mundial do evento é bem difícil que não seja bom!

Mais informações visite o website do evento.


14. Festival de Música Governors Ball

Onde: Ilha Randall, Nova York, nos Estados Unidos
Quando: Junho
Duração: 3 dias
Número de pessoas: 150.000 (última edição)

O Festival de Música Governors Day teve início em 2011. Comparado com outros festivais mais famosos e antigos, como Lollapalooza e Coachella, este é um novato.

Ele traz um misto bem diverso e eclético de atrações, que vão desde rock, pop e eletrônico ao Indie, ao mesmo tempo que dá um gosto da cultura de Nova York através dos restaurantes e food trucks característicos da cidade.

Também conta com outras atrações um tanto quanto curiosas, como a “Balada Silenciosa” e jogos no gramado.

Se você quiser aproveitar esse misto de atrações, e ainda sentir um gostinho da cultura e mistura de uma das cidades mais ativas do mundo, esse festival deve ter visita obrigatória!

Mais informações visite o website do evento.


15. Lollapalooza

Onde: Chicago, Illinois, nos Estados Unidos
Quando: Junho
Duração: 4 dias
Número de pessoas: 160.000 (última edição)

Poucos festivais no mundo conseguem atingir um nível de reconhecimento e status mundial como o Lollapalooza. Criado em 1991 como uma turnê de despedida da banda Jane´s Addiction acabou se tornando um evento com todos os tipos de performances musiciais, de dança, comédia e arte.

Apesar de seu início ter sido focado na música indie rock, acabou se expandindo para os gêneros mais diversos, ajudando a popularizar alguns artistas como Pearl Jam e Ice-T.

Ele acontece em um ambiente com mais de 120 hectares de extensão. Porém eu te desafio encontrar algum lugar para estender uma toalha e sentar. Sim, o fluxo de pessoas é incrível.

Como era de se esperar pela história do seu surgimento, a “turnê” do evento continuou, tendo expandido para alguns lugares do mundo. Todo ano, além do evento principal em Washington, ocorre em Santiago (Chile), São Paulo (Brasil), Buenos Aires (Argentina), Berlim (Alemanhã), e desde 2016 em Bogotá (Colômbia).

Com certeza você já ouviu falar do Lollapalooza. Então não preciso explicar mais o por que estar na lista de festivais para se visitar antes de morrer, certo?

Mais informações visite o website do evento.


16. Burning Man

Onde: Nevada, Estados Unidos
Quando: Setembro
Duração: 10 dias
Número de pessoas: 70.000 (última edição)

O Burning Man não é um festival de música tradicional, com show acontecendo no palco para diversos fãs. Os organizadores descrevem como a criação de uma comunidade temporária.

Desde 1986, milhares de pessoas vão todos os anos no meio do deserto de Nevada, para construir uma metrópole temporária dedicada ao convívio em comunidade, auto-expressão, auto-suficiência.

Ele e hoje o maior festival de contracultura do mundo. Local onde você pode se desfazer de todas as convenções da sociedade, quebrar o fluxo do comum e aproveitar o clima de rave e arte que não param, enquanto você literalmente aprende a sobreviver no meio do deserto.

Quem frequenta o evento diz que só é possível entender o evento e do que se trata indo. Se, assim como diversos hippies, jornalistas, publicitários, artistas, CEOs e diversos outros tipos de pessoas, você quer ter uma experiência única de vida, o Burning Man é parada obrigatória.

Mais informações visite o website do evento.


17. Rock al Parque

Onde: Bogota, Colômbia
Quando: Agosto
Duração: 3 dias
Número de pessoas: 90.000 (última edição)

Quando você pensa em festivais de música, sua carteira já imagina que vai passar por uma dieta e ficar mais leve? Então reveja seus conceitos no Rock al Parque. Esse festival, que acontece desde 1995, não cobra taxa nenhuma para fazer parte e ver os shows em nenhum dos dias.

Os ritmos que embalam o evento vão desde o Rock´n´roll, ska e punk até o hardcore. A grande maioria das bandas presentes por lá são as mais populares da América Latina, com presença de algumas internacionais.

Independente do seu gosto musical, se você quiser participar de um festival de música com bandas muito boas, sem gastar um centavo, não existe opção melhor do que o Rock al Parque.

Pode acrescentar na sua lista.

Mais informações visite o website do evento.


18. Festival de Música de Gnaoua

Onde: Essaouira, no Marrocos
Quando: Abril / Maio
Duração: 4 dias
Número de pessoas: 500.000 (última edição)

O festival ocorre no Resorte do Porto da cidade marroquina chamada Essaouira. Este é um dos principais festivais da região. Sua primeira edição foi em 1988. Desde seu surgimento foi um evento aberto, onde não existe ingresso nem taxas para assistir as apresentações. Isso explica o grande número de participantes (500.000 pessoas).

O que é escutado por lá é uma mistura entre diversos estilos, inclusive com diversas fusões de deixar qualquer apaixonado por música impressionado. Estilos como jazz, pop, rock, soul e musica contemporânea, acabam se misturando e fundindo com o estilo Gnaoua, uma música mística, com outros ritmos africanos e rituais Islâmicos.

Assim, estar no Festival é trazer novidade para seus ouvidos, e absorver uma riqueza cultural e musical única. Lembra que é gratuito? Sim, um grande programa que quase não impacta no seu bolso.

Se você quer ter uma experiência cultural única, conhecendo estilos musicais, instrumentos, e um festival de música completamente diferente de qualquer outro, você precisa participar do festiva.

Mais informações visite o website do evento.


19. Sónar

Onde: Barcelona, na Espanha
Quando: Junho
Duração: 3 dias
Número de pessoas: 500.000 (última edição)

O Sónar teve sua primeira edição em 1994. Diferente da maioria dos grandes festivais, ele não acontece em um campo, fazenda ou região afastada, mas é um evento urbano. Sendo assim a dinâmica muda um pouco sem os acampamentos.

Porém as diferenças entre o Sónar e outros festivais não para por aí. Desde seu nascimento ele já seria mais do que somente um festival. O Evento é chamado Festival Internacional de Música Avançada e Arte em Novas Mídias, com foco em música, Criatividade e Tecnologia.

Os shows começaram como uma das atrações principais. E não deixa a desejar em nada. O forte do evento é a música eletrônica, com diversos DJs movimentando a todos e trazendo a energia de um grande show de música eletrônica.

Para além disso, o Sónar organiza paralelamente um momento para networking e acompanhamento de novos talentos, o Sonar+D. Essa é uma conferencia com foco em Criatividade e Tecnologia, buscando misturar um ambiente de diversão e negócios para a comunidade de profissionais que trabalham com a criatividade.

Desde 2002 o evento expandiu para além de Barcelona estando em diversas outras cidades do mundo como Reykjavik (Islândia), Buenos Aires (Argentina), Nova York (EUA), Londres (Inglaterra), Frankfurt (Alemanha), Seoul (Coréia do Sul), Lisboa (Portugal), Lyon (França), Toronto (Canadá), Tokyo (Japão), São Paulo (Brasil), e diversos outros lugares.

Com tantos eventos pelo mundo, podemos imaginar a qualidade do festival. Se quiser testar por si mesmo e aproveitar cada uma das atrações tanto de lazer quanto profissionais (se for o seu caso), faça uma parada em Barcelona.

Mais informações visite o website do evento.


20. Festival de Jazz de Montreux

Onde: Montreux, Suiça
Quando: Julho
Duração: 2 semanas
Número de pessoas: 200.000 (última edição)

O Festival de Jazz de Montreux é o mais antigo da lista, tendo sua primeira edição em 1967. Mas não se engane: essas raízes do festival só o tornam mais interessante e portanto, um evento que tem que ser visitado.

Com o tempo ele foi amadurecendo e trazendo muitas novidades. Ao longo do tempo diversos estilos foram incorporados. Ao longo do tempo foram adicionados blues, soul, rock e até música brasileira.

Outra novidade foi a organização de competições internacionais durante o evento. Um júri de músicos internacionalmente renomados é composto todo ano para avaliar músicos nas categorias Piano Solo, Guitarra e Voz.

Então, se você é fã de Jazz, mas gosta de estar em um evento bem eclético em uma atmosfera de um país desenvolvido como a Suiça (e com belíssimo chocolate!) você precisa conhecer.

Mais informações visite o website do evento.


 

Como falamos sobre viagem, acabei me lembrando do Paulo Dias.

Ele tinha um sonho: assistir fora do Brasil o show da banda Coldplay. Porém com o dólar em alta está impossível pagar os custos das passagens aéreas.

Até que ele descobriu que podia acumular milhas e já tem data marcada para realizar seu sonho.

Já imaginou realizar seus sonhos que antes pareciam tão distantes?

Conheça melhor a história dele e saiba o que ele fez para tornar seu sonho realidade, clicando aqui!

Golpes: conheça e não perca dinheiro na viagem – parte 3

“…e foi assim que eu descobri que tinha sido enganado, e tinha perdido tanto dinheiro na viagem! :/ ”

Já passou por uma história assim, ou ouviu de algum amigo? É uma situação horrível (experiência própria).

Então para te ajudar, compilei os principais golpes aplicados em turistas pelo mundo e como evitá-los. Esse é o artigo final dessa sequencia.

Se você perdeu os outros, ou quer rever antes de continuar, é fácil:

Veja a primeira parte da sequência.
Veja a segunda parte da sequência.

Agora vamos finalizar essa série para garantir que você está armado com todo o conhecimento para não ser enganado novamente durante sua viagem!


13. Tirar fotos

Todos nós já tivemos que, no meio da viagem, pedir para alguém tirar uma foto onde aparece você, seu companheiro (a), e quem mais estivesse com você, certo

Dependendo de que lugar do mundo você está, tome cuidado. É muito comum, pessoas se oferecerem para tirar fotos para você. No melhor dos cenários vai funcionar como no item anterior, onde vão ate cobrar por isso. No pior dos cenários você vai ser lembrado que seu condicionamento físico está bem ruim enquanto corre atrás da pessoa que partiu com seu aparelho.

Seria isso um sinal para nunca mais pedir a alguém que tire uma foto sua? Claro que não. Mas evite aqueles que já estão olhando demais para você, se mostrando disponíveis e quase pedindo para te ajudar!

Procure algum outro turista em viagem, ou alguém que está distraído, passando por lá!

Assim você evita ter que dar uma de Usain Bolt e garante boas fotos!


14. A câmera quebrada

Uma variação do truque anterior é a seguinte: durante a viagem, alguém pede para você tirar uma foto dele e do seu grupo de amigos. Quando você vai tirar a foto, você percebe que a câmera não funciona. Na hora de devolver a câmera para ele, ele vai derrubá-la e quebrar com a queda.

O grupo então se vira contra você exigindo que você pague pelo conserto do item, gerando uma grande dor de cabeça. Outra possibilidade é durante o tumulto alguém tirar sua carteira do bolso sem que você perceba.

Para evitar o problema, se for tirar foto para alguém, teste a câmera junto com o dono. A forma mais simples de fazer isso é perguntar: “Como funciona a câmera?”. E na hora de devolver faça questão de segurar firme, e segurar firma na alça caso não seja um celular.


15. Tráfico de Drogas

Nós do blog Viaje mais pagando menos não recomendamos o uso de drogas, mas sabemos que muitas pessoas consomem drogas de todos os tipos. Então essa dica vai exclusivamente para aqueles que o fazem. Se não for o seu caso, você pode  repassar a dica para algum amigo ou amiga que o faça.

Em alguns locais é comum oferecerem drogas à turistas que passam. A recomendação é evitar aceitar essas propostas durante sua viagem. O primeiro motivo óbvio é que muitas vezes existem tantas impurezas para fazer o composto “render” que acabam fazendo muito mais mal do que ela pura.

Outro motivo é a possibilidade de cair em um golpe comum contra turistas: um motorista de táxi, de tuk-tuk, ou civil te oferece alguma droga. Isso é muito comum durante a noite, quando está começando a vida noturna. Você aceita. Porém no próximo instante você é abordado por um policial que presencia o flagrante e te dá duas opções: Você o acompanha para a cadeia por consumo de drogas, ou paga uma multa altíssima, e garante sua liberdade.

Obviamente a maioria das pessoas prefere pagar para sair do problema. Já imaginou ser preso durante sua viagem? Quer evitar isso: não compre droga nas ruas. Uma possibilidade seria de dar um detox e não consumir drogas na viagem.


 16. Recepcionista Falso

Esse é um truque um tanto inteligente. Você está no seu quarto de hotel, e recebe uma ligação. A pessoa, que se identifica como recepcionista, diz que houve um erro no seu pagamento e pede para confirmar os dados do seu cartão de crédito. Claro que a ligação acontece bem tarde. Assim você tem menos chances de querer descer para resolver a situação!

O que você não sabe é que a pessoa não tem vínculo qualquer com o hotel, e está apenas ligando para tomar posse dos seus dados de cartão de crédito e utilizar para diversas compras e outras fraudes. E o pior, é que existem chances desses mau usos ficarem escondidos junto aos seus gastos normais da vaigem.

Para evitar isso é bem simples e serve tanto durante sua viagem como no seu dia-a-dia aqui no Brasil: nunca passe nenhuma informação por telefone. Se for muito tarde, diga que vai resolver isso logo na manhã seguinte. É só pensar: qual foi a última vez que te deram as chaves do lugar sem estar com tudo ok? Então, mesmo se o problema for real, eles podem esperar até a manhã seguinte!


17. Os inspetores de quarto

Você está tranquilo no seu quarto, quando alguém bate na porta. São duas pessoas vestidas como funcionários do hotel. Eles dizem que precisam fazer uma inspeção de rotina nos quartos do hotel.

Um deles começa a conversar com você, perguntar coisas sobre sua viagem e te distrair, enquanto o outro começa a inspecionar o quarto. Aproveitando momentos de desatenção ele começa a pegar objetos de valor. E você só repara isso quando eles já estão bem longes (às vezes, somente no dia seguinte).

Para evitar o problema, peça credenciais de qualquer pessoa que queira entrar no seu quarto. Mesmo se tiverem, ligue na recepção. Ao invés de perguntar se existe inspeção de quartos, pergunte que dia e horário costuma acontecer. Se for um golpe, a resposta será outro dia e horário, ou um a afirmação: “não fazemos inspeção de quarto!”.

Assim você volta de viagem só com mais itens do que saiu, não menos!


18. Caixas e recepcionistas mal intencionados

Existem dois truques comuns de viagem, envolvendo caixas e recepcionistas, que você deve ficar de olho:

No momento do pagamento a pessoa no caixa está ocupada no telefone e acaba demorando um pouco para te atender. Você acha que ela está ocupada falando com alguém por mensagem. No caso ela pode estar tirando fotos do seu cartão para usar as informações para replicar o cartão ou outras atividades ilícitas.

Para evitar isso, sempre peça para a pessoa te dar a máquina de cartão para que você coloque o mesmo. No caso de cabos curtos, faça questão de mudar de posição para isso.

Assim a pessoa ficará tão acuada de tirar foto ou guardar as informações que deixará passar para pegar o próximo turista. Simples, mas efetivo.

Um segundo truque é no pagamento em dinheiro o caixa demorar in-fi-ni-ta-meeeeen-te para contar o seu troco. Cada nota é contada como se fosse algo muito frágil, e uma contagem de troco demora minuuuutos, com muitas pausas, e recontagens.

Assim, você acaba perdendo a paciência e pega o troco sem conferir. E aí você não se dá conta que o valor que te foi dado faltava uma parte. Para evitar, pegue o valor e conte na frente dele. Se ele não aceitar insista. O importante é que ele perceba que você não vai embora sem o valor total.


Como falamos sobre golpes, acabei me lembrando do, Jefferson Silva, que trabalha como policial!

Ele gostava muito de viajar, inclusive havia visitado o Caribe. Porém os custos muito altos o atrapalhavam em programar a próxima viagem.

Até que ele descobriu que podia acumular milhas e nunca mais gastou nem um centavo com passagens aéreas!

Já imaginou adicionar mais aventura na sua vida e fazer a próxima viagem sem gastar com a passagem?

Conheça melhor a história e o que você pode aprender com a experiência desse policial que passou a viajar o mundo todo e aproveitar melhor seu dinheiro, clicando aqui!

Quantas Milhas Aéreas Preciso Acumular Antes de USAR

 

Quantas Milhas Aéreas Preciso Acumular Antes de USAR – Allan Costa

Neste vídeo Allan Costa explica quantas milhas aéreas você precisa acumular antes de usar e aproveita pra detalhar como os cartões de crédito pontuam e como acumular mais milhas com seu cartão de crédito.

Todo dia um vídeo de dica nova no canal.

Deixe sua sugestão de assuntos para novos vídeos nos comentários.

Deixe seu joinha e compartilhe.

::::::LINKS SUGERIDOS::::::

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NA SEMANA DAS MILHAS AÉREAS

::::::ARTIGOS INDICADOS DO NOSSO BLOG::::::

COMO ESCOLHER UM (PODEROSO) CARTÃO DE CRÉDITO