Mês: Julho 2016

A lista de patrimônios da UNESCO que você nunca ouviu falar- Pt. 1

Com certeza você conhece a UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura. E provavelmente você já ouviu falar sobre a lista dos Patrimônios Culturais da Humanidade. Entre prédios, cidades, desertos, florestas, ilhas, lagos, monumentos, montanhas, ou complexos, a lista reúne lugares com um significado cultural ou físico muito especial.

Se você quiser conhecer quais são Patrimônios Culturais da Humanidade que estão aqui no Brasil, veja nesse infográfico.

O que talvez você não saiba é que a UNESCO quis registrar não só lugares, mas hábitos, tradições e representações culturais únicas da Humanidade. E para isso eles criaram outra lista, a de Patrimônios Culturais intangíveis da Humanidade.

A lista completa tem 391 elementos.  Para dar uma noção do que são esses patrimônios, fiz 2 artigos do tema.

O de hoje vou mostrar os Patrimônios Intangíveis do Brasil.

Está curioso? Vamos lá


1. Roda de Capoeira

Continente: América do Sul
País: Brasil
Ano de Reconhecimento: 2014
Status: Lista Regular de Patrimônios Intangíveis da Humanidade

Berimbau, roupas brancas, uma canção tocando enquanto duas pessoas dão giros de deixar qualquer atleta e bailarina de boca aberta.

Assim é a nossa velha conhecida capoeira. Ela é um misto de arte marcial, esporte, cultura popular e música.

Alguns a chamam de dança e outras de luta. Entre as artes marciais, é a única que faz uso de música. Quem pratica a arte tem que aprender a tocar também.

Foi criada aqui no Brasil pelos escravos africanos e descendentes. Há rumores de que essa foi a forma que eles encontraram de praticar alguma forma de luta, sem alarmar os senhores da terra que estavam preparando uma possível fuga.

Chegou inclusive a ser proibida em 1890 depois da abolição da escravatura, sendo liberada somente em 1940.


2. Círio de Nazaré em Belém, Pará

Continente: América do Sul
País: Brasil
Ano de Reconhecimento: 2013
Status: Lista Regular de Patrimônios Intangíveis da Humanidade

O Círio de Nazaré é uma tradição portuguesa. Uma cerimônia religiosa que acontece na rua e homenageia a Nossa Senhora de Nazaré, que para eles tem a mesma fama que Aparecida por aqui.

Com a chegada dos padres jesuítas aqui no Brasil no século 17, também chegou a devoção à santa.

Apesar da grande fama das procissões até Aparecida, o Círio de Nazaré que ocorre em Belém do Pará é a maior manifestação religiosa do Brasil, e estão estudando considerá-la a maior do mundo. Consegue reunir mais de dois milhões de pessoas em uma só manhã.


3. Frevo de Recife

Continente: América do Sul
País: Brasil
Ano de Reconhecimento: 2012
Status: Lista Regular de Patrimônios Intangíveis da Humanidade

Você pode nunca ter ouvido um frevo, mas você já deve ter visto fotos de pessoas vestidas com roupas chamativas dançando com um guarda-chuva colorida na mão.

Essa é a tradição do Frevo. O ritmo surgiu no final do século 19 como uma mistura de alguns ritmos regionais, como o maxixe, o dobrado, e marchas em um ritmo bem acelerado.

Já a dança teve muita influência na capoeira, já que o frevo era utilizado inicialmente como armas de defesa, fazendo uso de porretes ou cabos de guarda chuva velhos como armas.


4. Yaõkwa, o ritual do enáuenê-nauê para manter a ordem social e cósmica

Continente: América do Sul
País: Brasil
Ano de Reconhecimento: 2011
Status: Lista de Patrimônio com Necessidade Urgente de Preservação

Esse ritual é executado por índios da Tribo enáuenê-nauê, que vivem no Mato Grosso. Ele marca o período de seca. O objetivo é trazer oferendas aos seres do mundo subterrâneo, os Yakairiti.

Para alimentar essas criaturas que são ditas de fome insaciável, eles oferecem sal vegetal, peixe, milho e mandioca. Em troca os seres mantem a ordem social e cósmica da aldeia.

No ponto máximo do ritual eles encenam um evento em que os seres mostraram sua fúria para o povo local.

A preparação toda do ritual leva quase 7 meses. Quando acaba um Yaõnkwa, eles já começam a preparar a terra para o próximo.


5. Expressão Gráfica e oral dos índios Wajãpi

Continente: América do Sul
País: Brasil
Ano de Reconhecimento: 2008
Status: Lista Regular de Patrimônios Intangíveis da Humanidade

Os índios Wajãpi são uma tribo vive na região do Amapá. que tem hoje apenas 550 índios vivendo em 40 aldeias, de acordo com informações do Museu do Índio.

Os Wajãpi usam extratos vegetais para fazer suas Pinturas Corporais e Arte Gráfica, chamada Kusiwa.

Além disso, sua língua é uma variante do tupi-guarani. E apesar de ser uma variante, poucos dialetos são intendidos entre as diferentes tribos.


6. Fandango’s Living Museum

Continente: América do Sul
País: Brasil
Ano de Reconhecimento: 2011
Status: Medidas de Preservação sendo tomadas

O fandango é um tipo de música e dança populares nas comunidades costeiras do Sul e do Sudeste Brasileiro. As canções são chamadas de modas e tocadas com instrumentos fabricados artesanalmente, como viola, rabeca e tambor de armação.

Eles eram usados como pagamento para retribuir favores pelas atividades realizadas coletivamente, como plantios, colheitas, arrastões de pesca, etc. Com o passar do tempo ele foi perdendo o prestígio pela diminuição do trabalho coletivo.

Com os mais jovens ficando mais distantes da tradição, foi criado o Museu Vivo do Fandango para promover atividades que mantivessem o Fandango Vivo.

Ele é dito vivo, porque o Museu nada mais é do que as casas dos fandangueiros, e artesãos, além de centros culturas e de pesquisa, e pontos de venda. Assim o visitante pode conhecer a cultura na prática, com pessoas trabalhando nela.


7. Samba de Roda do Recôncavo Baiano

Continente: América do Sul
País: Brasil
Ano de Reconhecimento: 2008
Status: Lista Regular de Patrimônios Intangíveis da Humanidade”

Para quem vive na Região Sul ou Sudeste do nosso país o Samba de Roda pode passar com uma grande interrogação. O que seria esse samba de roda?

Como se pode imaginar pelo nome é uma variante musical do famoso samba carioca. Teve origem por volta do século 19.

O ritmo seria o “filho” entre a fusão do samba tradicional e a cultura afro-brasileira e seu ritmo sachamdo semba. Então o samba ganha uma dança que vem da capoeira, e a música ganha instrumentos como o pandeiro, o atabaque, a viola e o chocalho, além das palmas é claro.

É uma mistura de dança, música, poesia e festa. Durante algum tempo foi ligado a rituais demoníacos ou simplesmente algazarra contra ordem pública o que causou rejeição social e até perseguição policial.

Maratona? Conheça as 10 mais épicas do mundo!

Quem nunca pensou em fazer uma maratona, não é mesmo?

Falta de tempo, fora de forma, falta de dinheiro… cada um inventa suas desculpas para não se arriscar e enfrentar uma maratona.

Mas a verdade é: para muitos é muito chato a idéia de correr durante um bom tempo nas ruas de uma cidade.

Se esse for o seu caso, eu trago uma solução: está na hora de fazer uma maratona épica!

Aproveite suas férias, e faça uma das maratonas a seguir.

Somente lugares lindos, com vista única, que vai te dar a impressão de estar em um filme do Indiana Jones, ao invés de se exercitando.

Já está aquecido?


1. Maratona Des Sables

Onde acontece a maratona: Marrocos
Quando acontece: Abril

Essa maratona não foi feita para quem tem problemas de saúde. É uma das corridas de longa distância mais puxadas do mundo.

O percurso todo é de 257 km, que se passa desbravando o grande deserto do Sahara no Marrocos. Dura cerca de 6 dias, e já atraiu mais de 13.000 pessoas desde sua primeira edição em 1986.


2. Maratona Internacional Big Sur

Onde acontece a maratona: Estados Unidos
Quando acontece: Abril

Esse desafio acontece na região da Califórnia conhecida como Big Sur. A rota toda passa na costa do Pacífico entre a região da Estação Big Sur e Carmel.

A vista é linda, estando entre o oceano e as montanhas Santa Lucia. Uma ótima distração visual para a falta de ar e cansaço físico do exercício.


3. Maratona da Grande Muralha

Onde acontece a maratona: China
Quando acontece: Maio

Qual o monumento que pode ser visto do espaço? Se você disse Muralha da China acertou!  Agora se o que você gosta é ter uma vista linda em alta velocidade, essa é a maratona que você PRECISA ir.

Ela acontece na própria muralha da china. Com subidas e escaladas vertiginosas, passando por campos e vilarejos, é uma maratona que demanda bastante.

Mas a vista paga. Com juros!


4. Maratona Ultra Trail

Onde acontece a maratona: Inglaterra, Reino Unido
Quando acontece: Maio

Apesar da Maratona de Londres ser a mais famosa do Reino Unido, a Ultra Trail é com certeza a com a melhor vista!

O percurso inicia na costa  do lago Derwentwater em Keswick, e segue um trajeto de 50 km, entre quedas ingrimes e vales tranquilos.

Não é uma maratona para iniciantes, devido à dificuldade. Mas é uma que com certeza oferece uma vista das regiões mais selvagens e bonitas da Inglaterra.


5. Maratona Reino do Himalaia

Onde acontece a maratona: Butão
Quando acontece: Maio

Entre a Índia e o Tibet está o Butão, lugar conhecido como o berço do Budismo no mundo.

A maratona acontece entre vales no meio da floresta e as montanhas famosas do Himalaia. Tudo acontece em uma altitude mais elevada. Por isso, cuidado com o fôlego.

E no trajeto espere passar por regiões como o Vale Paro com suas vistas de tirar o fôlego, e o monastério Taktsang que fica em um desfiladeiro. Uma boa forma de exercitar o corpo e o espírito.


6. Maratona Big Five

Onde acontece a maratona: África do Sul
Quando acontece: Junho

Conhecida como a maratona mais selvagem de todas, a Big Five oferece oportunidade aos corredores encontrar antílopes, girafas, elefantes entre outros animais, enquanto correm no meio das paisagens de savanas.

As trilhas arenosas, passando por rios e regiões montanhosas vão te colocar quase como dentro do filme do Rei Leão. E pode ser que no trajeto você veja de longe algum deles. Uma boa motivação para dar uma acelerada na corrida, não é mesmo?


7. Maratona Outback Australiano

Onde acontece a maratona: Austrália
Quando acontece: Julho

Uma maratona relativamente recente, foi criada em 2010 pelo corredor experiente Mari-Mar Walton. Ela acontece em trilhas privadas, de terra vermelha.

A corrida se passa depois do monolito de Uluru. Pode esperar uma platéia enquanto corre. Platéia essa de camelos e cangurus,


8. Maratona do Círculo Polar

Onde acontece a maratona: Groenlândia
Quando acontece:  Outubro

Vista suas luvas, roupas impermeáveis, e ingresse nessa maratona que acontece em um ambiente com temperaturas abaixo de zero, e superfícies congeladas na tundra do Ártico.

Com um céu limpo e azul, e trilhas totalmente cobertas de neve, é um ótimo lugar para se desconectar do dia a dia, e se conectar com a natureza. Quase um detox pessoal.

Talvez você encontre alguns “amigos” como raposas ou bois que estão lá no seu habitat natural.


9. Maratona da Selva

Onde acontece a maratona: Brasil
Quando acontece: Outubro

Essa maratona passa aqui mesmo no Brasil, e aposto que a maioria de nós nunca ouviu falar, não é mesmo? Mal conhecemos as oportunidades no nosso próprio país!

Ela acontece no meio da floresta amazônica. Nessa corrida ecológica, você vai passar pela floresta mais famosa do mundo, pântanos, e rios infestados por piranhas.

Você pode escolher uma maratona de 1 dia por lá, ou ir logo na completa: tem seis etapas e uma distância de 254 km.

Durante ela os competidores pegam barcos para travessar o rio na Floresta Nacional dos Tapajós e dormem em redes presas nas árvores. Nada vai te fazer se sentir tão selvagem.


10. Maratona do Reggae

Onde acontece a maratona: Jamaica
Quando acontece: Dezembro

Reggae Marathon 2014

Essa maratona é uma das mais divertidas para participar. Com atrações como a “Festa das Massas” e a política de tocar reggae a cada km da corrida, essa maratona que acontece em Negril é única.

Os participantes se reúnem antes do sol nascer, correndo pela costa de areia branquíssima da região. Parece mais uma micareta do que uma corrida, com bandas de metal e pessoas dando suporte aos corredores.

E ao terminar os competidores podem ser agraciados com um belo mergulho no mar do Caribe! Sensacional, não é?

 

Gosta de Montanha-russa? Conheça as mais loucas do mundo!

Como já falei várias vezes, um dos países que gosto muito de ir é o Estados Unidos. Gosto muito da cultura de lá.

E além das compras, da diversidade de sotaques, pontos turísticos, e climas, por lá existem muitos parques de diversão SENSACIONAIS. E junto com eles, montanha-russa de elite em cada um. E confesso que já fui em todas!

O Busch Gardens é um dos maiores parques da Flórida, nos EUA e possui muitas montanhas-russas. É de fato, um parque para quem têm nervos de aço, por que o local diversas.

Mas pelo mundo todo você vai encontrar algumas montanhas-russas de tirar o fôlego.

Eu fiz uma seleção das melhores do mundo, na minha opinião!

Se você gosta de adrenalina, já coloca essas aí na sua lista, e já planeje sua próxima viagem!

Cintos apertados?


1. The Smiler

Parque de Diversões: Ailton Tower
País onde fica: Reino Unido
Vídeo da Montanha-Russa:


2. Kingda Ka

Parque de Diversões: Six Flags Great Adventure
País onde fica: Nova Jersey, Estados Unidos
Vídeo da Montanha-Russa:


3. Superman: Escape from Krypton

Parque de Diversões: Six Flags Magic Mountain
País onde fica: Los Angeles, Estados Unidos
Vídeo da Montanha-Russa:


4. Tatsu

Parque de Diversões: Six Flags Magic Mountain
País onde fica: Los Angeles, Estados Unidos
Vídeo da Montanha-Russa:


5. Silver Star

Parque de Diversões: Europa Park
País onde fica: Alemanha
Vídeo da Montanha-Russa:


6. Formula Rossa

Parque de Diversões: Ferrari World
País onde fica: Abu Dhabi
Vídeo da Montanha-Russa:


7. Falcon´s Fury

Parque de Diversões: Busch Gardens Tampa
País onde fica: Florida, Estados Unidos
Vídeo da Montanha-Russa:


8. El Toro

Parque de Diversões: Six Flags Great Adventure
País onde fica: Nova Jersey, Estados Unidos
Vídeo da Montanha-Russa:


9. Saw

Parque de Diversões: Thorpe Park
País onde fica: Reino Unido
Vídeo da Montanha-Russa:


10. Hurricane

Parque de Diversões: Six Flags Mexico
País onde fica: Mexico
Vídeo da Montanha-Russa:

 

Vídeos de viagem de uma GoPro que vão te fazer pirar!

 

Um bom turista tem como missões, experimentar de tudo da culinária local, e tirar boas fotos, ou gravar bons vídeos.

E isso é óbvio. Quem nunca foi turista e agiu como um bom turista que atire a primeira pedra.

Mas a verdade é que existem algumas pessoas que, por sorte ou habilidade, acabam por capturar momentos únicos de dar inveja a todos.

Eu selecionei 10 vídeos feitos de uma GoPro durante uma viagem que você precisa ver. Sério. Muito bons. Vão te deixar surpreendido. Pelo menos me deixaram. E eu não sou tão fácil de surpreender.

Então chega de falar. Afinal uma imagem vale mais do que mil palavras. Vamos dar um play?


1. Corre Walter, Corre! Bom Garoooto!

Dizem que existem dois tipos de pessoas no mundo: os que gostam de cachorros e os que fingem que não gostam deles. Tudo bem. Você pode discordar dessa frase. Mas é muito difícil não gostar do jeito espontâneo de alguns cachorros.

Para ajudar a entender isso, você precisa ver esse vídeo. Nele, uma GoPro foi acoplada à um Labrador em Siracusa, Sicília (Itália). O cãozinho estava todo animado. Você pode pegar uma carona com o Walter e ver toda essa energia canina em ação.


2. O urso cinzento que comeu uma GoPro

Gravar para programas de aventura selvagem e capturar animais selvagens, por si só, já é uma experiência quase extrema.

Brad Joseph estava no Alaska gravando alguns takes para a BBC, quando recebeu uma visita de um pequeno animal: um urso-cinzento. Ele deve ter achado que a GoPro do cinegrafista tinha sabor de sobremesa, e resolveu…comê-la!

Isso  mesmo. Claro que o take dentro da boca do animalzinho não dura pouco até que ele resolva ir atrás de algo mais apetitoso do que um pedaço de metal dentro de um plástico duro.


3. Holi, o Festival de Cores

Já falei para vocês no passado sobre os festivais de música que vocês precisam ir antes de morrer. Existem muitos que são muito bons, mas poucos são como o Holi, festival de celebração da vida, e celebração religiosa, que simboliza a vitória.

O cinematógrafo Dan participou de um Holi em Mathura, na Índia, e gravou tudo com sua GoPro. O resultado foi esse vídeo de 3 minutos que te faz querer já fazer as malas e embarcar para o próximo Holi.


4. Sensação de liberdade em Fiji

Se você gosta de uma aventura, já deve ter nos seus planos uma visitinha à Ásia. O continente tem muita coisa legal para se ver. Entre elas, estão as Ilhas Fiji.

Pensando nisso, Benjamin Williams decidiu fazer um vídeo mostrando como seria uma viagem para Fiji, com objetivo de encontrar sua liberdade.

O vídeo foi muito bem feito, utilizando um GoPro com um drone, embaixo dágua, e até presa em uma prancha de surf. É um vídeo que até arrepia.


5. Koh Yao Noi, na Tailândia

Essa ilha na Tailândia é quase um paraíso na terra. Se não acredita, veja o vídeo abaixo.

Ele é considerado um dos melhores vídeos independentes que acaba por estimular o turismo. Nele Philip Bloom usou um drone, com uma GoPro acoplada. Entre os diversos takes, de diversos ângulos, eu duvido que você não coce pelo menos duas vezes para quere visitar a ilha.

Se esse vídeo não conseguir isso, nada vai.


6. Como é ser um piloto de avião

Quando confrontados com a pergunta: “O que você quer ser quando crescer?”, muitas crianças já mandam o “Ser um piloto de avião!”. Também, deve ser uma sensação demais pilotar umas naves daquelas. Crianças sabem bem o que é bom! Hehe

Se você sempre quis saber como é dirigir uma aeronave, esse vídeo vai te esclarecer bastante coisa. Ele foi filmado por um piloto de um avião Bombardier Challenger 300, enquanto descia na Suíça, no dia de Natal, em uma pista cheia de neve. Ele acoplou uma GoPro do lado da janela, com uma visão parecida com a que tem o comandante da aeronave.

Caso seu coração tenha começado a bater mais forte, veja o vídeo todo:


7. Prazer, meu nome é Kama, o porquinho surfista!

Você sabe surfar? Bom, independente da resposta, Hawaii com certeza está no topo de lugares de surf na sua mente, não é mesmo? Pois é!

Para mostrar um pouco do espírito do lugar, o vídeo a seguir não vai somente te fazer querer viajar, mas vai tirar alguns sorrisos do seu rosto! Nele, uma GoPro foi acoplada em uma prancha de surf e . E quem resolve roubar a cena do surf é o Kama, um porquinho havaiano.

Segundo o dono da prancha e da GoPro, Kai Holt, o porquinho o seguiu até a água, subiu na prancha, e saiu surfando sem nem pedir licença. Pode imaginar a cena? Nem precisa, veja o vídeo:


 

8. Visita à Coréia do Norte

Depois que a Sony resolveu fazer o filme “A Entrevista”,  muitos passaram a se perguntar como seria de verdade a vida na Coréia do Norte. Um país que vive em um completo sigilo e separação do resto do mundo, guardando seus segredos.

Se esse é o seu caso, o vídeo a seguir vai te matar muitas curiosidades: nele, o governo do país deu acesso irrestrito para o Projeto DPRK 360 de Aram Pan. Assim, o cinegrafista pode montar sua GoPro em um carro de turismo e mostrar muito sobre o dia a dia, as ruas da capital Pyongyang.


9. Recorde de Paraquedismo

Nada como um bom recorde pra nos deixar de bocas abertas. O vídeo a seguir relata um momento desses:

O recorde da vez foi o maior número de pessoas em uma formação durante uma queda livre de uma sessão de paraquedismo. No total foram 138 pessoas na formação. A cena aconteceu em Illinois nos Estados Unidos.

A cena foi filmada por uma GoPro, e nela os paraqueidistas passaram do 300 km/h. Uma loucura com direito a muita adrenalina e uma passagem por uma formação de flocos de neve no meio do céu.


 

10. Visão de Águia

Com certeza você já ouviu falar muito sobre as águias, não é mesmo? O quanto elas são animais incríveis que consegue subir a altitudes incríveis e dá botes fenomenais à suas presas no momento.

O pessoal do projeto FREEDOM resolveu fazer a seguinte “matemática”: Quanto seria somar

1 Águia nascida em cativeiro + 1 GoPro + Libertá-la nos Alpes Frenceses = ?

O resultado é o vídeo abaixo.

Ele ficou sensacional. É uma visão única de como é ser uma água.

 

Lugares para tirar a roupa (e não ser preso pelado)

 

Atentado ao pudor! Esse o crime que você está envolvido se estiver a mostrar suas partes íntimas em público aqui no Brasil.

Graças a essa lei não vemos pessoas a exibir suas partes por aí. Agora já imaginou como seria se você pudesse andar por aí como veio ao mundo, pelado?

Pois saiba que em alguns lugares do mundo e em algumas situação é exatamente isso que você precisa. E não estou falando de praias de nudismo.

Veja abaixo quais são esses, e quem sabe você não decide se soltar.


1. Hamam em Istanbul

“Ahhhh… está doendo!”  Não tem como não ter uma relação de amor e ódio com massagens. Dói tanto na hora, mas traz um bem estar tão grande depois, não é?

Pois é. Saiba que o Hammam Turco também tem esse relação de dualidade. E por que? Bom, você entra em um salão muito lindo, com colunas exuberantes, parecendo que está em um episódio de Game of Thrones. Então você tira a roupa e deita totalmente pelado. O massagista vai então esfregar todo o seu corpo com um sabão especial, e realizar uma esfoliação; em TODO SEU CORPO.

E assim você experimentou o famoso Hamam. Apesar de estranho, com certeza é uma experiência que vale a pena.


2. Festival Burning Man

O Festival Burning Man é um dos festivais de música mais famosos do mundo. Eu inclusive já tinha recomendado no artigo que contei quais são os festivais de música que você precisa conhecer antes de morrer.

Imagine a cena: No meio do deserto de Nevada uma comunidade um tanto hippie vai para lá em nome da arte e expressão pessoal. Nesse espírito, é sempre esperado pessoas usando as roupas mais únicas possíveis… inclusive aquelas “invisíveis” também conhecidas como ficar pelado!

É isso mesmo: Entre os mais 70.000 que comparecem ao festival não tem como não esperar ver um ou outro cara pelado. Portanto, se essa for a sua onda, está aí uma oportunidade perfeita.


3. Clube de Rock All the Young Nudes

Quem não lembra da cena em que o Leonardo DiCaprio pede para a Rose posar para ele no filme Titanic?

Um momento romântico, íntimo, único. Agora imagina como seria se houvesse uma plateia gigante com eles? E se tivesse vários artistas a desenhar a Rose?

Diferente? Então bem vindo ao All the Young Nudes. Pessoas das mais diversas: como motoristas de ônibus, estudantes, avós vão à esse clube na Escócia para desenhar alguns modelos, entre goles de cerveja e vinho. E tudo isso ao som de clássicos como Rolling Stones, Sex Pistols, e David Bowie

Diferente de outros clubes de desenho, não existe nenhum professor ou tutor, um DJ quem seleciona a playlist, e cada semana tem um tem um tema diferente.


4. Saunas na Finlândia

“Eai, partiu curtir uma sauna?” Com certeza você já ouviu alguns comentários mais maldosos sobre saunas aqui no Brasil, não é mesmo?

Apesar do frio, na Finlândia as saunas são uma tradição! Eles são considerados os criadores das saunas. Eles tiram as roupas, e ficam por lá no vapor. E logo em seguida pulam em um buraco no meio de um lago congelado.

Pela tradição eles não usam roupas para evitar problemas que possam surgir pelo excesso de vapor e umidade.

Então, se você estiver tranquilo em ficar pelado, um ponto que precisa visitar é em Kakslauttanen, que fica em uma rodovia norte direção ao Ártico. Mas já se prepare: eles acabam por aglomerar até 100 pessoas dentro das suas 3 salas de banho.


5. Alemanha

Metódica, pontual, organizada, responsável, ordeira; essas são algumas das características que estão no estereótipo dos alemães pelo mundo. Então, a última coisa que você poderia pensar sobre eles era isso.

Se uma pessoa de Berlim te convidar para uma caminhada no Tiergarten, ou Mauerpark em Prenzlauer Berg, talvez seja melhor pensar bem antes de responder.

Essas praças são lugares muito famosos como pontos para se bronzear; Em outras palavras, isso seria povo alemão totalmente pelado, com suas nádegas para cima.

Além disso, pelo país você pode encontrar diversas outros lugares para praticar o nudismo. Mais de 300 clubes privados de nudismo, conhecidos como FKK, ou Free Body Culture, que prega uma abordagem naturista.


6. Festival Hadaka Matsuri

Quem não quer sorte e felicidade por um ano inteiro? Mas não é um gênio da lâmpada que te oferece isso, mas um festival Japonês. Ele acontece todos os anos no terceiro Sábado de Fevereiro.

Você veste um fondoshi, uma espécie de cueca parecida com a usada no sumô, se purifica em uma água quase congelando e se junto com outros 9000 homens para brigar pelos  shingi, item capaz de trazer a sua felicidade e sorte tão esperados.

Tranquilo, não é?

Se você quer saber como é esse festa, veja esse vídeo feito por um turista britânico.


 

Cidades mais honestas: Descubra o melhor lugar do mundo para perder sua carteira

Então você está passeando quando se dá conta: “PUTZ, DEIXEI MINHA CARTEIRA / BOLSA NO _______________________ (café, supermercado, shopping, etc)!”

Não sei quanto a você, mas essa situação já aconteceu comigo. Algumas vezes. Por estar tão focado no que vou fazer, ou por simples esquecimento, já fiz isso.

E não tem nada melhor do que voltar e descobrir que alguém guardou para você. Ahh, a sensação de recuperar o que é seu.

Para testar quais cidades são as mais honestas do mundo, a revista Reader Digest fez o teste da carteira perdida para medir o quão honestas são as pessoas em 16 cidades.

O teste era simples: os repórteres “deixaram” 12 carteiras em ambientes públicos de cada cidade, e contaram quantas foram devolvidas. Os lugares que devolveram o maior número delas ficou melhor no ranking.

Está curioso para saber quais são as cidades mais honestas do mundo? Confira:

 


16. Lisboa, Portugal

Continente: Europa
Número de devolução da carteira: 1 das 12
% de devolução: 8,33 %


15. Madrid, Espanha

Continente: Europa
Número de devolução da carteira:: 2 das 12
% de devolução: 16,66 %


14. Praga, República Checa

Continente: Europa
Número de devolução da carteira: 3 das 12
% de devolução: 25 %


13. Zurique, Suíça

Continente: Europa
Número de devolução da carteira: 4 das 12
% de devolução: 33,33 %


12. Rio de Janeiro, Brasil

Continente: América do Sul
Número de devolução da carteira: 4 das 12
% de devolução: 33,33 %


11. Bucareste, Romênia

Continente: Europa
Número de devolução da carteira: 4 das 12
% de devolução: 33,33 %


10. Varsóvia, Polônia

Continente: Europa
Número de devolução da carteira: 5 das 12
% de devolução: 33,33 %


9. Londres, Inglaterra

Continente: Europa
Carteira devolvida: 5 das 12
% de devolução: %


8. Ljubljuana, Slovênia

Continente: Europa
Número de devolução da carteira: 6 das 12
% de devolução: 41,66 %


7. Berlim, Alemanha

Continente: Europa
Número de devolução da carteira: 6 das 12
% de devolução: 50 %


6. Amsterdam, Holanda

Continente: Europa
Número de devolução da carteira: 7 das 12
% de devolução: 58,33 %


5. Moscou, Rússia

Continente: Europa
Número de devolução da carteira: 7 das 12
% de devolução: 58,33 %


4. Nova Iorque, EUA

Continente: América do Norte
Número de devolução da carteira: 8 das 12
% de devolução: 66,66 %


3. Budapeste, Hungria

Continente: Europa
Número de devolução da carteira: 8 das 12
% de devolução: 66,66 %


2. Mumbai, Índia

Continente: Ásia
Número de devolução da carteira: 9 das 12
% de devolução: 75 %


1. Helsinki, Finlândia

carteira

Continente: Europa
Número de devolução da carteira: 11 das 12
% de devolução: 91,66 %


E se você não quiser cair nas armadilhas para turistas, veja nossa série de artigos para não cair nos golpes mais comuns. 

 

Já deu uma volta ao mundo? Então faça AGORA! Sem sair de casa!

Desde que comecei a desenvolver as técnicas que deram origem ao Viaje mais Pagando Menos, eu tinha somente uma coisa em mente: dar uma volta ao mundo!

Simples assim! Ter a liberdade para ir e vir sem ter que me preocupar com a falta de dinheiro para realizar o sonho.

E eu sei como é essa jornada. Durante um bom tempo o que podia fazer era ver vídeos e ler artigos que me ajudassem a chegar lá.

Mas enquanto buscava algumas fontes novas de conteúdos para oferecer para você, me deparei com algo que preciso compartilhar com vocês:

Se você já desejou dar uma volta ao mundo, essa é uma opção para fazê-lo… sem sair de casa. Um fotógrafo internacional fez um vídeo curto em que nos leva a dar uma volta ao mundo, através de uma filmagem com drones.

Isso mesmo! Aqueles mini helicópteros robotizados. E esse vídeo é muuuito bom! Inspirador demais. É o tipo de vídeo que vai te fazer querer planejar sua próxima viagem já! E quem sabe uma volta ao mundo!

Confesso que quando vi pela primeira vez, tive que ver de novo pelo menos umas 5 vezes. O vídeo é INCRÍVEL!

Veja o vídeo abaixo. Deixo para você a seguinte missão: tente descobrir quais são os lugares que ele mostra no vídeo. Se a maioria deles você não tiver ido, talvez seja um sinal de que está na hora de viajar.

E se não souber sequer que lugares são, é um sinal que seu viajante interno está pedindo por socorro! rs

Aproveite!

 

 

PS: Dentre os lugares que estão no vídeo, estão Monte Fuji, Kyoto, Shibuya, Vietnam, Grécia, Croácia, Suíça, Utah, Colorado, Rocky Mountains, Waterfalls, Boulder, California, San Francisco, Nova York, Empire State Building, Ponte do Brooklyn, Ponto de Manhattan e muitos outros.

 

 

Meios de transporte que você nunca ouviu falar antes!

 

Avião, carro, ônibus, trem, bicicleta, moto….Para quem gosta de viajar, escolher o meio de transporte ideal é sempre um ponto importante do planejamento da sua viagem.

Entre diferentes preços, tempos de transporte, níveis de conforto, riscos, o seu papel é o de descobrir o melhor.

Porém, saiba que ainda existem alguns meios de transporte que você nunca ouviu falar.

Veja a lista dos 9 que considero os mais diferentes e estranhos meios de transporte do mundo.


1. Tangah

Onde são encontrados: Paquistão

Se você quiser economizar no Paquistão, ao invés de seguir por meios tradicionais de transporte como táxis, pegue um Tangah.

Eles são uma carruagem, como aquelas do filme da Cinderella, puxadas por um ou dois cavalos.

Apesar de parecer muito legal, saiba que ela tem rodas de madeira, o que faz com que a viagem tenha muitos pulos. Também não é um meio de transporte muito rápido.

Mas vale muito pela experiência de andar em um.


2. Monte Tobogã

Onde são encontrados: Ilha da Madeira, Portugal

O Monte Tobogã é um carrinho de rolemã de adultos. Pronto falei! Sim, é assim que eu vejo, pelo menos.

Na ilha da Madeira, existe a Igreja de Nossa Senhora do Monte, que como o nome já diz, fica em um monte! Para que a descida fosse mais rápida, o Monte Tobogã foi criado.

Nele você senta em uma espécie de poltrona. Dois homens então começam a te empurrar e guiar abaixo. Os freios são os pés deles. E o volante também.

Podendo chegar a velocidades de quase 50 km/h acho incrível não acontecer nenhum acidente no percurso. Mas acredite, é bem seguro.

É uma forma eficiente de chegar à Funchal.


3. Trem de Bamboo

Onde são encontrados: Cambodia

Conhecidos por lá como nori, os trens de bamboo são uma experiência única. Parece que alguém que gostava de brincar de legos decidiu brincar disso na vida real.

O trem nada mais é do que uma plataforma inteira de madeira, onde foi colocado um motor eletrico, e capaz de viajar a 40 km/h.

Como não há manutenção nas linhas, pode esperar um caminho cheio de pulos e buraquinhos. O bom é que, além da experiência, o custo desse transporte é baratíssimo, já que todos os locais usam para transporte do dia a dia.


4. Traghetto

Onde são encontrados: Veneza

Os Traghettos são muito famosos. Com certeza você já viu ou ouviu falar sobre o canal de veneza. Aquele canal romântico, onde você pode dar um passeio de barco com seu amor, e curtir os 3,5 km de distância.

O que talvez você não saiba é que eles tem um nome, Traghetto, que em italiano significa balsa.

Cada balsa vai sempre com duas pessoas para guiar, além dos passageiros.


5. Barco da Cauda Longa

Onde são encontrados: Tailândia

Esses barcos são um ícone na Tailândia. Foram criados para ser utilizados nos canais que atravessavam Bangkok. Apesar dos canais terem sido aterrados e substituídos por ruas, os barcos ainda são populares por lá.

Como o nome indica, são barcos bem longos e finos, com um pedaço de madeira bem grande na parte de trás, usado para segurar o motor.

É um meio de transporte público comum na região, e uma experiência imperdível.


6. Jeepney

Onde são encontrados: Filipinas

Os “reis absolutos das estradas”. Surgiram no final da Segunda Guerra Mundial. Quando os americanos sairam de lá, os jeeps que estavam em excesso acabaram ficando como presente para o povo de lá.

Os Filipinos decidiram então desmontar, cobrir o teto e reinventar o transporte público da cidade usando esses veículos.

É muito fácil identificar um Jeepney pelas cores muito decorativas, um símbolo da cultura de lá. Saiba que é uma forma muito popular de se locomover pelo país.


7. Dukw

Onde são encontrados: Londres, Reino Unido

O nome desse meio de transporte é pronunciado como “duck”, que é pato em inglês. Isso para representar a idéia de que é um meio de transporte anfíbio.

Foi criado durante a Segunda Guerra Mundial nos Estados Unidos para transportar as tropas em terra e em água. Agora você pode dar uma volta nessas engenhocas na região central de Londres, nas chamadas Tours do Pato.

Nesse tour, além de passar por monumentos famosos londrinos, de repente o veículo se joga no Rio Tâmisa, onde ele dá uma volta por lá.

É uma experiência diferente. E tudo sem sair do seu assento.


8. Barco de Totora

Onde são encontrados: Peru

Esse meio de transporte é bem artesanal. Feito de Totora, um tipo de junco que cresce na região do Lago Titicaca. Os locais, chamados Uros, criaram essa espécie de barco para navegar pelo rio.

Hoje é um ícone do Peru. Se estiver na região do Lago Titicaca, é quase uma obrigação colocar na sua lista uma volta dentro de um barco de totora.


9. Trenó de Cachorros

Onde são encontrados: Alaska

Cachorros estilo Husky Siberiano, quase como lobos, em plena neve, mostrando sua força ao levar seu dono por terra!

Se você assistia televisão durante a sua infância, imagino que já viu um trenó desses. E se você é como eu, com certeza já morreu de vontade de dar uma volta em um desses.

Na verdade, viajar em um trenó pode não ser tão legal quanto parece nos filmes. O caminho pode ser bem cheio de buracos, e os cães não são tão comportados. Muitas vezes latem bastante no caminho. Por isso não é um meio de transporte do dia a dia de um morador do Alaska.

Mas para turistas é uma forma especial de viajar, que você não pode fazer em grande parte dos lugares do mundo. A melhor época é entre Janeiro de Março.

 

Histórias de viagem que você não vai acreditar!

É impossível imaginar alguma viagem que não tenha histórias para contar. Mas fala a verdade: não tem nada melhor do que aquelas histórias muito doidas.

Aquelas em que toda a vez que contamos todos param para ouvir e rir. Histórias inacreditáveis, e loucas.

Pois é! Se você está precisando de alguma histórias desses, veja essas histórias a seguir.

Quem sabe não te dá uma vontade de programar sua próxima!


1. O pai que ao invés de filmar sua viagem em Las Vegas, filmou a própria cara

Nós sabemos que tecnologia não é para todo mundo. Mas tem alguns casos que não tem como não rir. E esse é um deles.

O irlandês Joseph Griffin resolveu que estava na hora de usar a tecnologia para registrar sua viagem para a cidade sonho de visita de todos, e pesadelo das carteiras: Las Vegas.

Ele pegou a GoPro do seu filho, e quis registrar todos os seus passos. Ele só errou o lado. E assim filmou a si mesmo. Claro que seu filho não deixou barato e publicou o vídeo no Youtube. São pouco mais de 4 min muito engraçados!

 


2. O gringo que depois de beber além da conta comprou uma passagem para o Rio de Janeiro

Histórias de pessoas que já fizeram besteira enquanto estavam bêbadas não faltam. Quase todo mundo tem uma para contar. Mas o escocês Jamie Ather de 24 anos acabou por se superar.

Ele acordou depois de uma noite de bebedeira e descobriu que tinha comprado uma passagem para o Rio. Quando ele ficou ficou preocupado. Afinal já tinha gasto os tubos poucos meses antes quando visitou Las Vegas.

Ele estava arriscando perder quase $800,00 se cancelasse. No fim ele decidiu ir. Mas não só para o Rio, mas fez um roteiro por vários países da América Latina.

Quem disse que as besteiras que acontecem quando as pessoas bebem são todas tão ruins?


3. O homem que encontrou seu sósia… durante um voo

FOTO no site do rough guides

Imagina a cena: você entra no seu voo. Encontra seu assento. E quando você percebe, a pessoa que está do seu lado é o SEU SÓSIA! E um desconhecido ao mesmo tempo!  Não consegue imaginar? Neil Thomas Douglas também não conseguia. Até acontecer com ele.

Será que são irmão separados no hospital? Boa pergunta. A verdade é que todos no voo ficaram impressionados, e eles ficaram muito amigos. Já imaginou?


4. Os torcedores belgas que erraram o caminho para o estádio… em 400 KM!

Um grupo de torcedores belgas estava empolgada para assistir um jogo importante de Bélgica vs País de Gales para as eliminatórias da Euro. Eles colocaram no GPS o destino, que inglês, chama-se Wales. Somente depois que chegaram lá, descobriram que estavam na Wales errada.

Isso porque existe uma vila na Inglaterra com o mesmo nome. Eles estavam só quase 400 km longe do estádio de Cardiff onde aconteceria o jogo.

Por sorte eles conseguiram ainda chegar a tempo de assistir a partida. Imagina a loucura!


5. Uma pessoa que conseguiu mudar o destino de um voo… com um número 2 bem fedido

Parece piada, mas não é! Isso aconteceu com um voo que saia do aeroporto de Heathrow na Inglaterra com destino a Dubai.

O avião decolou. Meia hora depois o piloto fez um anúncio chamando a tripulação para a sua cabine. Logo depois ele fez outro anúncio, dizendo algo como: “Vocês devem estar sentindo esse cheiro um pouco forte vindo de um dos banheiros. É por causa de um excremento fecal líquido que foi deixado ali!”. Passageiros dizem que eles disse isso, e retornou para Heathrow.

Se tinha alguém com pressa, ficou muito bravo com o passageiro “cagão”. O próximo voo só aconteceria no dia seguinte. Então a companhia aérea pagou a estadia deles e remarcou seus voos para o dia seguinte.


6. Um piloto que conseguiu um mascote… durante um voo!

Portas fechadas, cintos apertados, instruções de seguranças feitas, motores ligados, checagem de X, Y Z… uma das profissões com mais procedimentos de segurança é a de piloto de avião!

Porém, o piloto Romain Jantot descobriu que precisava adicionar mais um item na sua lista: remover o gatinho antes da decolagem! Isso porque durante um voo da escola de aviação em Kourou, Guiana Francesa, ele encontrou o inesperado: um gatinho aventureiro.

O animal estava no cockpit, parecendo aqueles papagaios de piratas dos filmes.

O piloto gravou a cena no vídeo abaixo. Segundo ele o animal continuou com seu papel de mascote por mais alguns voos. Imagina que legal ter o seu próprio mascote de viagem!


7. O Cara que terminou com sua namorada e arrumou uma estranha com o mesmo nome para não perder a viagem

Imagina a cena: você começa a planejar uma viagem com sua namorada. Escolhe os melhores roteiros, reserva os melhores hotéis e sonha com o dia da partida, em que vão estar só os dois… até que a relação termina um pouco antes da data da viagem!

Além de ficar triste, o que fazer? Desistir da viagem? Não para Jordan Axani. Esse canadense decidiu que iria viajar de toda a forma. Então, sua solução foi: buscar uma mulher que tivesse o mesmo nome que sua ex namorada para que ela pudesse aproveitar as passagens e reservas em hotéis…E ele achou!

Como a vida não é um filme de Hollywood, eles não viveram felizes para sempre. Mas valeu uma boa história, e também ajudou que ele abrisse uma ONG. Isso sim é uma grande história!


8. O rapaz que tirou um cochilo em Munique e acordou na Suíça

Depois de uma noite daqueles, de muita bebedeira, o inglês Jordan Adams parou para esperar um taxi. Porém ele estava sem dinheiro, sem seus documentos, telefone e sem carona.

Como morava perto, ele tentou mandar uma lábia em um motorista de ônibus… sem sucesso. Já com frio, às 03h30, ele decidiu tirar um cochilo no bagageiro de malas do ônibus. O que ele não sabia é que o ônibus tinha como destino a cidade de Zurique na Suíça.

Sim. Ele acabou viajando para outro país. O que deve ter sido mais bizarro foi a ligação dele para explicar para a mulher o que havia acontecido e porque ele não havia voltado ainda para casa.

Uma história digna daqueles filmes de despedida de solteiro não é?


9. O estudante que queria remarcar seu voo e acabou trocando de nome

Ahh, a vida de estudante. Ser estudante é aprender a arte de fazer mais com menos. Entender que a lei de Lavoisier “Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma!” vale para tudo: comida, roupas, etc. E claro, economizar a todo o custo.

Porém o inglês Adam Armstrong levou isso muito a sério: Ele iria viajar com sua namorada. Quando o pai dela foi comprar as passagens, acabou usando o nome dele que estava no seu perfil do Facebook. Estaria tudo bem se o nome que ele tinha por lá não fosse o seu, mas Adam West, em homenagem á um ator.

Para evitar para a taxa da Ryanair de 220 libras para alterar o passageiro do voo, ele decidiu que a melhor opção seria mudar o seu nome (o que teria custo nulo). E assim ele fez, e conseguiu embarcar sem  pagar nada.

Você seria capaz de fazer uma loucura dessas?

 

12 erros que todo viajante comete em viagem! Quantos você já cometeu?

“Quem nunca errou que atire a primeira pedra!”, já dizia o ditado!

Esse ditado não poderia ser mais real do que quando vamos viajar. Quando saimos de casa é como se voltassemos a ser crianças!

Cometemos erros básicos que nos fazem pensar depois: NÃO ACREDITO QUE FIZ ISSO!

Veja 12 erros comuns de viajantes, e veja quais deles você já cometeu (ou todos!)


1. Levar muita coisa na mala

Quem nunca fez isso que atire a primeira pedra.

Você escolheu tanta coisa para colocar na mala, que na hora de fechar ela “quase” fecha. E pior, você já está em cima de hora! Ahhhh!! Coração vai a mil.

Veja também como fazer sua mala de forma “profissa”!


2. Comprar um voo bem cedo para economizar, e se odiar por isso no dia

“Olha só, tá ótimo o preço desse voo! Vai esse mesmo! Embarcar as 05h30 é tranquilo!”

Sim, todos nós já passamos por isso! E aí chega o dia, e depois de lutar contra o despertador, você se olha no espelho e pergunta: POR QUÊ??? Eram só R$ 200,00 a mais, você pensa. E seriam mais 5h de sono.

E você fica se odiando até a hora de cair na cama. E na próxima viagem você vai e faz tudo de novo!

Falando em sono, se você tem problemas em se acostumar com o fuso horário (o jet lag), veja como se adaptar mais rápido, aqui.


3. Reservar um lugar para ficar que fica “perto do centro da cidade” e descobrir que ele é tudo…menos perto!

 

“Caraamba, que diferença de preço! Quase o dobro! Não tenho problema em andar algumas quadras até o centro!”, você pensou.

Aí você chega lá… quer dizer, você tenta chegar, por que não é tão simples e fácil quanto parecia. E descobre que você está perto sim do centro. Mas não da cidade. Mas o centro do FIM DO MUNDO!

Como você pode cair nessa! Lá dizia 500m do Centro. Agora o jeito é aturar a conta de táxi, e o remorso ao descobrir que com o transporte saiu até mais caro do que ficar no outro lugar.

Paciência! Na próxima Google para que te quero!


4. Aterrissar em um aeroporto que não fica onde você pensava

“Olha só, tem 2 aeroportos que eu posso descer. Caramba, esse está muito mais barato! Já era, escolhido!”

O que você não sabia é que o tal aeroporto está na verdade a mais de 40 km da cidade. Isso mesmo. Você acabou indo para outro aeroporto.

Então você sai, cheio de malas, com aquela cara de “ooops!”, e agora vai ter que dar um jeito de chegar no seu hotel (que de táxi daria mais caro do que comprar outra passagem!).

Tudo bem, você não está sozinho. Claro que esse tipo de erro é tão custoso que a gente só comete uma vez. Mas, QUEM NUNCA??


5. Ir a uma farmácia em um lugar em que você não fala a língua e brincar de mímica

Se você tem mais de 20 anos, com certeza já brincou de imagem e ação alguma vez na sua vida. Fazer com que a sua equipe descubra qual filme, personagem, música, você tem na sua mão através de mímica. Que brincadeira legal.

A única coisa que você não sabia é que isso era um treino para a vida real. Aí você chega em um lugar onde língua comum está mais raro que nota de R$ 250,00. E aí começa: como fazer a mímica da aspirina.

Boa sorte! Passar por esse constrangimento, e voltar a ser criança fazem parte dos erros mais comuns. E se você usa remédios constantemente, provavelmente vai aprender a dizer seu nome na língua local, antes mesmo de aprender o “bom dia”.


6. Gastar horas procurando um restaurante bom, e terminar comendo no primeiro

“Tenho que encontrar um lugar legal, que tenha uma comida gostosa, e não tão caro!”. E assim começa a caçada.

Depois de caminhar 40 minutos, e ver todos os restaurantes do bairro, você chega á conclusão: “O primeiro é o melhor!”. Que perda de tempo. Você vai pensar no tempo perdido por horas.

E se você estiver acompanhado de alguém que odeia caminhar, ainda vai ouvir algumas vezes: “Eu disse pra gente comer aqui mesmo desde o começo!”


7. Tirar milhares de fotos… e nunca mais vê-las

Estar de férias viajando ativa algo em nós. É como se você descobrisse que NASCEU para tirar fotos. E lá vai tirando fotos de tudo: monumentos, prédios, pessoas, pombos. Sim, até os pombos são “mais interessantes” fora de casa.

No final da viagem o saldo é de 1.000.000 de fotos tiradas, algumas postadas nas redes sociais, e a maioria, vai ficar lá. Até você precisar liberar espaço na memória.

E provavelmente você NUNCA mais vai sequer ver essas fotos. Seu fotógrafo interior vai ficar triste. Mas nesse ponto ele deve ter hibernado novamente.


8. Pensar que você está mandando bem ao falar algo em outro idioma e descobrir que está RI-DÍ-CU-LO!

Vai, fala a verdade: Aprender coisas em outro idioma é muito legal! Você de repente tem aquela sensação de que é o rei do mundo. Aos poucos você vai ganhando confiança. E aí que mora o perigo.

Daqui a pouco, você vai de peito estufado, gabando as 4 frases que você aprendeu em outro idioma. Vai confiante, faz biquinho, dá aquela piscadinha e… PASSA VERGONHA, claro!

Você achando que está falando direitinho, e vê uma cara de interrogação. Aí você tenta cada vez mais, e vai soando cada vez mais estranho! Pois é. Lembro quando estava na Alemanha. Não tem nada como uma cara de reprovação alemã para você se perguntar: Por que não nasci mudo, para evitar essa humilhação!

Mas não tem problema. Assim que você aprender novas palavras e frases, você vai fazer tudo de novo!


9. Querer experimentar comidas exóticas… MUITO EXÓTICAS!

Ir para Portugal, comer em Lisboa e não provar os caracóis, é complicado. Mas existem alguns tipos de comidas que você olha e pensa: Vou pela experiência… e se arrepende amargamente só de olhar para o prato quando ele chega.

Sim, todos nós já comemos ou bebemos algo que não valeu a pena. E sim, as vezes só de lembrar já dá aquele embrulho no estômago.

Mas tranquilo. Porque no fim, você vai voltar a experimentar coisas estranhas. E vai se arrepender de novo. E vai valer a pena… ou não!


 

10. Fazer uma tatuagem que vai te dar vergonha pra SEMPRE!

Nos filmes de Hollywood os personagens sempre tem algo simbólico para representar momentos importantes: Pacto de sangue, celebração e até tatuagens.

E por querer fazer algo assim na nossa vida, a gente acaba perdendo a mão. E aí você esquece que a maior parte das vezes que as tatuagens aparecem nos filmes, são algo que os personagens se arrependem depois. Como em “Se beber não case”. E você ignora isso e vai confiante procurar um tatuador.

E como a arte imita a vida, no dia seguinte você já está vendo como funciona para retirar tatuagens. Mas você ainda tem o cartão de crédito da viagem para pagar. Vai ter que esperar.


 

11. Se recusar a aceitar que a previsão do tempo possa estar certa

“O que? Chover hoje? Olha esse sol!”, e foi assim que eu fiquei preso por 9h em um Starbucks, com uma rua inundada na frente.

Se você já ignorou a previsão do tempo, sabe bem como é. E caso você nem sequer tenha visto ela, aí sim estamos falando de alguém confiante.

Confiante até que caia o pé d´agua, ou o tempo mude de uma forma que te faça acreditar que o sub-zero do Mortal Kombat errou uns golpes na redondeza.

 


12. Aceitar todas as solicitações de amizade no Facebook

Conhecer pessoas novas é muito bom. Inclusive é uma daquelas coisas que nos anima não é mesmo? E como bons brasileiros, vamos oferecendo nosso facebook para todos.

E acabamos cometendo o erro de aceitar todas as solicitações qeu vem dessa viagem. Quem sabe você não vai ter mais pessoas dando likes nas suas publicações pro resto da vida não é?

Aí você descobre o significado da palavra stalker: a palavra significa _________________ [nome da pessoa].

E assim como alguém de dieta que acabou de comer um big mac promete nunca mais comê-lo, você promete nunca mais aceitar qualquer um. E logo na semana seguinte começa tudo de novo.


Como você pode ter percebido, a maioria dos erros que cometemos é para economizar dinheiro. E muitos deles são “tiros que saem pela culatra”.

Na média, quase 50% dos seus custos de viagem são relacionados ao voo. Se quiser economizar de verdade, mergulhe no mundo das milhas aéreas. Você pode dar o primeiro passo, clicando aqui!