8 dicas essenciais para viajar com filhos pequenos

“Não acredito! Será que esses pais não se tocam? Essa criança está atrapalhando todo mundo!”

Aposto que você já pensou ou comentou algo nessa linha durante as suas viagens.

Nós sabemos quão chata uma criança pode ser durante uma viagem. Porém tudo muda quando você é o pai ou a mãe, não é mesmo?

Não há nada melhor do que ter uma viagem onde não só os outros, mas você mesmo possa ficar tranquilo!

Então vou te contar 8 dicas essenciais para viajar com filhos pequenos e manter a paz!

Vamos lá?


1. Escolha bem seu assento

Poucas companhias aéreas tem um assento específico para levar bebês. Se não for esse o caso, procure um assento no fundo do avião.

Lá você vai encontrar, normalmente, mais espaço para suas malas. Você vai atrapalhar menos os outros passageiros e evitar “aquelas miradas”.

Pela região, você também vai ter mais apoio das aeromoças e vai estar mais próximo dos banheiros para qualquer emergência!


2. Exercício em primeiro lugar

Antes do vôo procure deixar seus pequenos correrem, andarem, e engatinharem bastante.

Brincar de pega-pega, futebol, etc para os grandes, e deixar o pequeno engatinhando, tentando ficar de pé, rolando de um lado ao outro.

Ao gastar essa energia antes do voo, você evita que ele fique hiperativo, e faz com que esteja mais disposto a dormir durante a viagem

Gaste toda a energia possível!


3. Hora do banheiro

Leve todos ao banheiro, e troque as fraldas antes do voo!

Leve-os mesmo que digam não ter vontade.

Não tem situação mais desesperadora do que descobrir que seu pequeno está com a bexiga estourando exatamente quando o avião iniciou a decolagem.

Para o seu bem, do seu filho e dos outros passageiros, leve-os para a missão de evacuação antes do voo!


 4. Converse com eles

Explique para os pequenos como vai ser o voo, o que pode haver de desconfortável e o que você precisa deles para que tudo corra bem.

Se estiverem um pouco assustados lembre que você estará o tempo todo ao lado deles para confortá-los.

No fim sabemos que eles são compreensivos, e não somente barulhentos.

Confie neles e já os previna de sustos durante o voo. E caso os momentos de susto aconteçam, esteja lá para eles!


5. Planeje seu vôo em blocos de 15 minutos

Já sabemos que o nível de atenção de bebês e crianças pequenas é igual o da Dori, do Procurando Nemo.

Então planeje atividades de 15 minutos para entreter seu pequeno. Para um vôo de 3h, por exemplo, seriam 12 atividades.

Assim, se você não conseguir que ele durma ou assista um filme durante o voo, não vai ter problemas.

Nunca menospreze o poder de um bebê ou criança entediados durante um vôo!


6. Traga um tablet ou DVD Player

Não é segredo para ninguém que filmes são uma ótima distração para os pequenos.

Também não é novidade que não se pode contar com os computadores de bordo. Quando o avião tem o computador, costuma vir com opções limitadas de filmes que nem você se interessa em ver.

Então traga um tablet ou DVD Player e alguns filmes que vão entreter seu pequeno. Pode ser aqueles mesmo que ele ama e assiste sem piscar!

Aposto que o voo vai passar em um estalar de dedos!


7. Hora do presente

Independente da idade, todos nós somos curiosos por natureza e adoramos presentes.

Hora de juntar o útil ao agradável: dê um presente ao seu filho momentos antes do voo.

Parece uma estratégia cara, mas não precisa ser. O importante é dar algo que vai mantê-lo ocupado.

Durante o voo ele vai começar a descobrir o brinquedo, brincar com ele, e inventar.

Quando a novidade já estiver passando e começar a enjoar do brinquedo, já é o momento de apertar os cintos e realizar a decolagem!


8. Quer um docinho?

Os voos trazem sempre consigo alguns desconfortos. Os que as pessoas mais reclamam são a diferença de pressão que faz com que o “ouvido tampe” e aquele frio na barriga durante as mudanças bruscas (decolagem, aterrissagem, etc).

Também é fato que raramente você vai encontrar uma criança que odeie doces.

Então, dê um pirulito, bala, chiclete ou qualquer outro docinho ao seu pequeno.

Além do efeito de bem-estar momentâneo que o açúcar causa no seu corpo, o movimento da mandíbula ajuda a “destampar o ouvido”.

Nada como um combo 2 em 1 desse não é mesmo?

Gostou? Conhece outras dicas para lidar com os pequenos durante os voos? Conte-nos!!!