Dicas de Viagem ao Japão de um Brasileiro que já foi diversas vezes lá…

Veja essas Dicas Excelentes para Viajar ao Japão, e sobre o Japonês, com o Luis Rafael, que vai todos os anos para o outro lado do mundo:

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR GRATUITAMENTE O LIVRO DESVENDANDO A LÍNGUA JAPONESA

Olá, aqui é o Allan Costa do Viaje Mais Pagando Menos e eu estou aqui para lhe dar umas dicas muito interessantes, estou com o meu amigo Luis Rafael e ele separou um minuto do tempo dele para contar pra gente como é que a gente faz para efetuar várias viagens para o Japão durante o ano. Ele realmente vai muitas vezes ao Japão e por isso ele tem muitas sacadas de como fazer para ir procurar sua passagem sem gastar muito, o que você precisa saber para chegar no balcão e aproveitar um maior contato com as pessoas, conseguir desenrolar, enfim, agora ele vai falar um pouco para vocês sobre isso. Então,

(Allan) – Rafael muito obrigado! Fala um pouco ai pra gente sobre isso!

(Rafael) – Bom, eu costumo viajar para o Japão normalmente uma vez por ano, as vezes duas, mas no geral é uma vez por ano e se trata de uma viagem bem longa, são mais ou menos 24h de viagem, mas ao mesmo tempo é muito bom, porque o Japão é um país muito legal e sempre te dá a oportunidade de conhecer outros lugares no meio do caminho. Então já conheci Toronto, Abu Dabi, sempre indo ao Japão, porque para lá não tem vôos diretos, mas eu vou bastante lá, até porque eu trabalho com isso, eu tenho uma escola de japonês pela internet então eu vou muito a trabalho para esse país. É sem dúvida um destino fantástico.

(Allan) – Isso…. porque você falou das conexões dai eu lembrei, você utiliza aquela técnica do stop over, onde você passa alguns dias e vai aproveitando a conexão para conhecer outros países?

(Rafael) – É, normalmente ou na ida ou então na volta, inclusive da última vez que fui acabei não fazendo isso, mas eu sempre tento fazer o stop over, mas em relação ao quesito passagem, geralmente eu compro separado mesmo, eu protelo o destino e acabo comprando outra passagem em outra companhia para poder fazer a continuação até o Japão.

(Allan)- E o pessoal que não sabe japonês ou não sabe inglês, ou até mesmo está querendo aprender algo e quer começar, já que você ensina japonês, então o que é preciso fazer para começar a pesquisar, para poder aprender mais e não chegar lá totalmente cru, qual é o mínimo que eles precisam saber para se comunicar?

(Rafael) – Primeiro, eu acho que o Japão é um dos melhores lugares do mundo para visitar, independente do que a pessoa gosta, ou seja, a preferência dela, é um lugar muito diferente, super moderno, é difícil imaginar, mas é muito moderno, muita tecnologia, tudo funcionando direitinho, e também tem o contraste, uma coisa super moderna futurista com o antigo, o antigo super preservado, então é um lugar imperdível. Muita gente quando pensa em viagem para o exterior geralmente pensam nos Estados Unidos, Europa e acaba esquecendo um pouquinho ali da Ásia. É um lugar que é acessível viajar em termos financeiros, pois a passagem não é tão cara quanto as pessoas acham, porque muita gente fala que é cara mas nem pesquisou o preço antes, é acessível podendo até ser um pouquinho mais caro do que os destinos tradicionais mas com o lance de milhas dá para se programar e fazer e também o custo de viagem lá, com hospedagem, alimentação, não difere em nada do que ir para os Estados Unidos ou ir para a Europa, existindo no Japão até algumas coisas mais baratas do que nos outros locais. Então é um destino que vale a pena. Falando em poder se virar por lá, as cidades mais capitais como Tóquio, Hossak que são cidades bem grandes e por isso são mais internacionalizadas, tem bastante estrangeiro lá, onde alguns viajam a trabalho e tudo mais, então a questão de pegar um transporte público ou metrô, a malha de metrô no Japão vai para tudo que é lugar, costumam ter os nomes escritos no nosso alfabeto, costuma ter avisos em inglês dentro do metrô. Para você ir para um lugar mais afastado ai dificulta um pouco mais. Lógico que tem, no caso, recepcionistas dos hotéis que falam inglês, mas dá para aprender um pouquinho de japonês, onde se você souber pelo menos um pouco já daria para você se virar bastante por lá. É tudo muito acessível lá, onde tudo já é preparado para você não ter problemas, então sempre você vai achar a saída, vai achar o local.

(Allan) – E se tiver alguém assistindo a gente agora e tiver ou sempre teve essa curiosidade de conhecer o Japão mas fica meio receoso em relação a aprender a língua ou não ser compreendido. Então, o que você indica para as pessoas estarem fazendo e está aprendendo o mínimo possível para poder realizar sua primeira visita ao Japão?

(Rafael) – Primeiro no quesito de viagem, eu até tenho um artigo onde eu escrevi e gravei um vídeo no Japão falando sobre viagem, onde lá no artigo tem explicando passo a passo a como organizar uma viagem, porque você precisa tirar um visto para ir pra lá, o que não é um bicho de sete cabeças, não tem entrevista, mas eu expliquei a ordem das coisas isso no ponto de vista de viagem. No ponto de vista de língua, a língua japonesa tem três alfabetos, se você aprender mais ou menos a ler pelo menos dois deles, você já consegue ler algumas como onde é a saída, ou então se virar no aeroporto e tudo mais. Sem contar que é uma coisa rápida e gostosa de se fazer podendo ser até uma terapia.

(Allan) – Você tem algum material para que eles possam começar a aprender ou alguma coisa assim?

(Rafael) – Tenho, um monte de artigo, um monte de vídeo-aula, seja para quem não sabe nada, pra quem sabe um pouco, tem tudo lá como fonte de aprendizado do japonês bem como dicas de viagens

(Allan) – Muito legal!

Pessoal eu vou deixar o link aqui para você que quer aprender alguma coisa, alguns desses alfabetos que o Rafael citou aqui que são importantes para você saber o mínimo possível para poder se virar no Japão.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR GRATUITAMENTE O LIVRO DESVENDANDO A LÍNGUA JAPONESA

(Allan) – Muito Obrigado!

(Rafael) – Valew!

(Allan) – Espero que você possa estar realizando mais um sonho seu, ou mesmo estar tirando uma curiosidade sua de estar conhecendo o Japão e dessa forma conseguir se virar sem ter que ficar perdido utilizando para isso as dicas do Rafael.

Um grande abraço e até o próximo vídeo.